Patrimônio Histórico - BH, Berço do Modernismo

.

A arquitetura de Belo Horizonte é indissociável de Oscar Niemeyer. Ao lado do ex-prefeito Juscelino Kubitschek, a partir dos anos 1940, Niemeyer criou uma obra luminosa, impactante e bela, que pode ser vista em diversos pontos da cidade. O roteiro aqui proposto vai além do moderno e mostra que a cidade é viva e em constante transformação. Há muito para ser visto e selecionamos algumas das possibilidades.

10h00

Brunch - Comece o seu dia no Guaja. Nessa linda casa de estilo modernista, você pode tomar um longo e preguiçoso brunch. Aproveite bem, pois o almoço vai ser mais tarde. Dê uma olhada na programação e atividades desenvolvidas pelo Guaja, uma comunidade criativa ativa e mobilizadora.

11h30

Hora de passear. Comece pelo Museu Histórico Abílio Barreto (MHAB), um pequeno oásis no bairro Cidade Jardim. O casarão colonial foi a sede da antiga Fazenda do Leitão, de 1883, antes da fundação da capital mineira em 1897. Conheça o acervo, a história da cidade e aproveite o jardim. As crianças vão gostar do vagão do antigo bondinho que circulava pela cidade.

12h30

Agora, você tem duas opções: pode visitar o Conjunto Moderno da Pampulha - neste caso, é necessário um transporte, de carro ou de ônibus - ou dar um pulo no centro da cidade.