Quinta, 21 | Outubro
Brasil Jazz
Online
Web-série | Bruno Golgher | Os Patrocinadores e as Leis de Incentivo: a Conversão ao Digital
17:00 às 17:30
Web-série | Bruno Golgher | Os Patrocinadores e as Leis de Incentivo: a Conversão ao Digital
Brasil

Bruno Braz Golgher é economista, mestre em Sociologia e MBA. Em 1996 fundou o Café com Letras, a Ototoi em 2002 e o Instituto Cidades Criativas em 2007. Foi professor em diversos cursos relacionados à gestão cultural e à Economia da Cultura.

+ Detalhes
Online
Web-série | Rafael Martini | A Composição Musical
18:00 às 18:30
Web-série | Rafael Martini | A Composição Musical
Brasil
Rafael Martini é professor da UFMG, compositor, arranjador, pianista e cantor. Lançará em breve um novo álbum, pelo Savassi Festival Records. Neste ano, o artista será um dos participantes da Web-Série “Como Fazer um Disco?” e conduzirá uma masterclass sobre a composição musical, usando elementos do seu novo trabalho, O Martelo.
+ Detalhes
Online
Programa de rádio | Projeto Lugar de Mulher | Nathy Rodrigues entrevista Maria Bragança
20:00 às 20:20
Programa de rádio | Projeto Lugar de Mulher | Nathy Rodrigues entrevista Maria Bragança
Brasil
Noite de abertura do festival | Delicatessen
21:00 às 22:30
Noite de abertura do festival | Delicatessen
Jazz
A banda, formada pela inglesa Rowena Jameson e os brasileiros Mano Gomes, Nico Bueno e Antônio Flores, no violão, é conhecida por sua suave mistura de jazz e bossa nova. O primeiro CD lançado, nomeado “Jazz+Bossa”, foi top de vendas na HMV de Tóquio. Já o CD Goodnight Kiss”, terceiro lançado pelo grupo, conta com participações especiais de grandes nomes da música brasileira, como João Donato e Roberto Menescal, e tem como convidado o pianista Luiz Mauro Filho. A banda Delicatessen também foi vencedora do “Prêmio da Música Brasileira” em 2009 e 2011, e ganhou nove troféus no “Prêmio Açorianos de Música” com seus 3 CDs lançados até o momento.
+ Detalhes
Sexta, 22 | Outubro
Brasil Jazz
Online
Web-série | Bruno Golgher | O Savassi Festival se Transforma na Era Digital
17:00 às 17:30
Web-série | Bruno Golgher | O Savassi Festival se Transforma na Era Digital
Brasil
| Web-série | Planejando o Savassi Festival na Pandemia| Bruno Braz Golgher é economista, mestre em Sociologia e MBA. Em 1996 fundou o Café com Letras, a Ototoi em 2002 e o Instituto Cidades Criativas em 2007. Foi professor em diversos cursos relacionados à gestão cultural e à Economia da Cultura. Atualmente sua atividade profissional é dedicada à gestão e produção culturais e ao desenvolvimento do Café com Letras. Dentre seus projetos e iniciativas culturais pode-se destacar o Savassi Festival e o Savassi Festival NY, festivais de jazz e de música instrumental; a Mostra de Design, projeto de artes visuais; a edição de livros, CDs e do tabloide cultural “Letras”. Recentemente lançou o selo de gravação do Savassi Festival, o Savassi Festival Records. Em breve inaugurará um Clube de Jazz.
+ Detalhes
Online
Web-série | Davi Fonseca | Arranjando
18:00 às 18:30
Web-série | Davi Fonseca | Arranjando
Brasil
| Web-série | Como fazer um disco? |
+ Detalhes
Online
Novos Talentos do Jazz | Daniel Souza Quinteto |
19:00 às 19:50
Novos Talentos do Jazz | Daniel Souza Quinteto |
Brasil Jazz
Mineiro, natural de Belo Horizonte, o guitarrista e compositor Daniel Souza iniciou os estudos musicais na igreja. Recentemente venceu o concurso BDMG Jovem Instrumentista. É aluno de guitarra/violão na Universidade de Música Popular: Bituca e da Escola Música da UFMG. No show Daniel apresenta Serôdia em Minas, seu primeiro trabalho autoral. Trata-se de uma reflexão através da música instrumental, incentivando a sociedade no ato de sonhar e recomeçar. O grupo aproveita o momento atual e visa algo além da performance instrumental: existe um som que ecoa no nosso interior, o objetivo é mostrar isto.
+ Detalhes
Online
Programa de rádio | Projeto Lugar de Mulher | Nathy Rodrigues entrevista Danusa Rosa
20:00 às 20:20
Programa de rádio | Projeto Lugar de Mulher | Nathy Rodrigues entrevista Danusa Rosa
Brasil
| Programa de rádio | Projeto Lugar de Mulher | Nath Rodrigues é multi-instrumentista, cantora, compositora e investigadora das artes cênicas. A artista dedica o seu trabalho à música brasileira instrumental, à canção e à pesquisa dos efeitos da música sobre o corpo-mente-espírito. Ganhadora do prêmio BDMG Jovem Instrumentista e do Festival da Canção Todos os Sons, a artista tem participação em trabalhos de músicos renomados no cenário musical mineiro como Sérgio Pererê, Maurício Tizumba, Titane e vários outres. No teatro, tem em sua formação os espetáculos com direção de João das Neves, Eid Ribeiro, Samira Ávila e Grace Passô. Integrante do “Lugar de Mulher”, coletivo que promove trabalhos musicais que têm mulheres na cadeia produtiva e criativa, Nath lançou em julho de 2019 seu primeiro disco solo: Fractal. A artista está se preparando para o lançamento de seu segundo álbum, Fio, com produção, acompanhamento e belos timbres de Pedro Cambraia, o Cido. ____________________ Danusa Rosa é musicista Brasileira, toca flauta transversa, pandeiro e canta. Estudante da UFMG, ela dá aulas online de musicalização e instrumentos.
+ Detalhes
Online
Novos Talentos do Jazz | Lucas de Moro Quinteto |
20:00 às 20:50
Novos Talentos do Jazz | Lucas de Moro Quinteto |
Brasil Jazz
|Savassi Festival LAB | Lucas De Moro,pianista,compositor e produtor musical de Belo Horizonte O jovem musico se destaca na cena artística Belohorizontina ,apesar da pouca idade coleciona premios e trabalhos relevantes com grandes artistas brasileiros. Ganhou o premio BDMG jovem instrumentista aos 16 anos e no ano seguinte, com 17, foi um dos mais jovens semifinalistas do premio BDMG Instrumental. Desde então vem colecionando experiencia e trabalhos importantes acompanhando/gravando artistas como Beto Guedes e Toninho Horta, Edu Ribeiro entre varios outros.
+ Detalhes
Online
Novos Talentos do Jazz |Lucas Bortolucci Sexteto |
21:00 às 21:50
Novos Talentos do Jazz |Lucas Bortolucci Sexteto |
Brasil Jazz
Lucas Bortolucci é saxofonista/flautista, compositor e arranjador, natural de Barbacena. Formado pela Bituca e graduado em Música Popular pela UFMG. Recebeu premiações como Jovem Instrumentista BDMG – 2018 e no Festival de Música Autoral da região das Vertentes (FEMAVE) – 2021, com a composição AconteSER. O Lucas Bortolucci Sexteto foi criado especialmente para a participação do Savassi Festival e conta com a participação de Alexandre Andrés (flauta), Samy Erick (guitarra), Igor Neves (piano), Camila Rocha (contrabaixo) e Paulo Fróis (bateria). O repertório é formado por composições autorais e arranjos que abrangem uma estética que incorpora elementos do jazz, da música popular brasileira e da música erudita.
+ Detalhes
Sábado, 23 | Outubro
Brasil Jazz
Online
Web-série | Vinicius Lacerda | A Comunicação do Festival na Era do Distanciamento Social
17:00 às 17:30
Web-série | Vinicius Lacerda | A Comunicação do Festival na Era do Distanciamento Social
Brasil
Mestre em Comunicação Social pela PUC Minas e gestor de comunicação do Café com Letras e do Savassi Festival, Vinícius Lacerda já passou pelo Magazine, caderno de cultura do jornal “O Tempo”, e pela Webcitizen. Pesquisa processos de subjetivação da minoria LGBTQI+ com foco em grupos de discussão em redes socais digitais e em games.
+ Detalhes
Online
Web-série | Deangelo Silva | A Produção Musical
18:00 às 18:30
Web-série | Deangelo Silva | A Produção Musical
Brasil
Compositor, pianista e produtor musical, Deangelo Silva tem uma longa carreira de estudos musicais incluindo piano, improvisação, harmonia e ritmos. Vencedor dos prêmios BDMG instrumental e melhor instrumentista da edição 2017, alcançou, em 2021, o prêmio Marco Antônio Araújo de melhor álbum do ano, com o seu trabalho Hangout, do selo Savassi Festival Records, editado simultaneamente no Brasil e no Japão. No Savassi Festival 2021, o artista participou da web-série “Como fazer um disco?” na qual apresenta uma masterclass sobre produção musical.
+ Detalhes
Online
Mulheres na Música Instrumental | Camila Rocha Quarteto
19:00 às 19:50
Mulheres na Música Instrumental | Camila Rocha Quarteto
Brasil Jazz
Muito atuante na cena musical de Belo Horizonte, a contrabaixista Camila Rocha é bacharel em Música Popular pela UFMG. Foi premiada, em 2014, como Jovem Instrumentista do BDMG e, em 2018, como Melhor Instrumentista da XVIII edição do BDMG Instrumental. Participa de diversos trabalhos de compositores da cidade, que variam do instrumental à canção. Neste show, Camila apresenta um projeto próprio, com composições autorais, além de releituras de grandes nomes da música brasileira. A contrabaixista será acompanhada por: Luadson Constancio (teclado), Lucas de Mello (guitarra) e Paulo Fróis (bateria).
+ Detalhes
Online
Programa de rádio | Projeto Lugar de Mulher | Deh Mussolini entrevista Jennifer Souza
20:00 às 20:20
Programa de rádio | Projeto Lugar de Mulher | Deh Mussolini entrevista Jennifer Souza
Brasil
| Programa de rádio | Projeto Lugar de Mulher |
+ Detalhes
Online
Mulheres na Música Instrumental | Maria Bragança Trio |
20:00 às 20:50
Mulheres na Música Instrumental | Maria Bragança Trio |
Brasil Jazz
A compositora e instrumentista Maria Bragança propõe um uma formação inédita de saxophone, acordeon (Everton Coroné) e percussão (Débora Costa). Cria um diálogo de polirritmias e contrapontos melódicos, inspirado nas matrizes culturais brasileiras. Do encontro de legados o Trio reinventa variadas linguagens artísticas, mergulhando nos afetos e efeitos da música brasileira. Maria Bragança Trio expressa com vigor a musicalidade mineira, proporcionando um refúgio à sede da alma nestes dias de reclusão.
+ Detalhes
Online
Música Nova | Davi Fonseca Sexteto |
21:00 às 21:50
Música Nova | Davi Fonseca Sexteto |
Brasil Jazz
Davi Fonseca é pianista, cantor, compositor e arranjador. Bacharel em Composição pela UFMG, tem forte atuação no cenário independente de Belo Horizonte, tocando ao lado de músicos renomados na cena nacional e internacional. Neste momento o músico está no processo de criação do seu segundo álbum, encomendado pelo selo Savassi Festival Records. Para este show, Davi apresentará o repertório deste próximo disco, além de músicas gravadas em seu primeiro trabalho, Piramba, também lançado pelo selo Savassi Festival Records. A banda é formada pelos músicos Yuri Vellasco (Bateria, Zabumba e Pandeiro), Paulim Sartori (Baixo e Bandolim), João Machala (Trombone), João Nathália Mitre (Vibrafone, Pandeiro e Berimbau), Felipe José (Cello) e Davi Fonseca (Piano e Voz).
+ Detalhes
Domingo, 24 | Outubro
Brasil Jazz Rock Contemporâneo
Online
Web-série | Yasmin Moura | Design para o Mundo Digital
17:00 às 17:30
Web-série | Yasmin Moura | Design para o Mundo Digital
Brasil Jazz
Online
Christiano Caldas e Marcelo Guerra | Gravando um Disco
18:00 às 18:30
Christiano Caldas e Marcelo Guerra | Gravando um Disco
Brasil Jazz
| Web-série | Como fazer um disco? |Christiano Caldas e Marcelo Guerra | Gravando um Disco
+ Detalhes
Online
Programa de rádio | Projeto Lugar de Mulher | Sandra Leão entrevista Luisa e Natália Mitre, do Duo Mitre
19:00 às 20:20
Programa de rádio | Projeto Lugar de Mulher | Sandra Leão entrevista Luisa e Natália Mitre, do Duo Mitre
Brasil
Programa de rádio | Projeto Lugar de Mulher | Sandra Leão entrevista Luisa e Natália Mitre, do Duo Mitre
+ Detalhes
Online
Novos Talentos do Jazz | Lucas de Mello Quarteto
19:00 às 19:50
Novos Talentos do Jazz | Lucas de Mello Quarteto
Brasil Jazz Rock
Online
Novos Talentos do Jazz | Fred Selva e Felipe Continentino Duo
20:00 às 20:50
Novos Talentos do Jazz | Fred Selva e Felipe Continentino Duo
Brasil Jazz
Fred Selva e Felipe Continentino são dois premiados instrumentistas, artistas eletrônicos e produtores musicais reconhecidos dentro e fora do país, que compartilham palcos e gravações há mais de 8 anos. Desde 2018 apresentam-se em formato de duo, com vibrafone, bateria e instrumentos eletrônicos, explorando sonoridades alternativas e deslizando com fluidez entre gêneros e estilos musicais que normalmente não se cruzam. No repertório, Selva e Continentino revisitam músicas próprias e de amigos, originalmente gravadas por eles mesmos, agora repaginadas a partir de synths, drum machines, samples e diversos outros experimentos digitais.
+ Detalhes
Online
Música Nova | Megaro (EUA/Brasil)
21:00 às 21:50
Música Nova | Megaro (EUA/Brasil)
Brasil Contemporâneo Jazz
A banda Megaro nasceu no final de 2020 quando Evan Megaro (piano), Yan Vasconcellos (contrabaixo) e Estevan Barbosa (bateria) se agruparam, criando o conjunto Low Profilers. O trio agregou Lucas de Mello (guitarra) e Luiza Rozza (voz e percussão) dedicando-se à criação de uma sonoridade voltada para o trip hop, o acid jazz e o math rock. No Savassi Festival LAB, a banda apresentou um arranjo de Smells like Teen Spirit, do Nirvana, e quatro músicas autorais: Soon Marie, Sex for Moon, Noturna e Eu Já Sabia. O grupo pretende gravar o seu primeiro disco em 2022, desenvolvendo as variedades de som, clima e autoria que foram exibidas no festival.
+ Detalhes
Online
Programa de rádio | Clube do Jazz | Programa do Savassi Festival e da Rádio Inconfidência, com Ivan Monteiro
22:00 às 23:00
Programa de rádio | Clube do Jazz | Programa do Savassi Festival e da Rádio Inconfidência, com Ivan Monteiro
Brasil Contemporâneo
Rádio Inconfidência, 100,9 Mhz Fez a produção musical do ambiente Jazz Club da Casa Cor 2005. DJ dos eventos Comida di Buteco (2001-2016) e Boteco Bohemia em 2004, 2005, 2006 e 2007. Curador do festival “Tudo É Jazz” 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010. Curador do Savassi Festival desde 2006. Escreve a coluna de Jazz do jornal Letras em Belo Horizonte. Coproduziu o show “Centenário Art Blakey” com Rafael Barata Sexteto. Série CJUB Jazz Nights no Clube Manouche (Rio de Janeiro). Apresentou e produziu na extinta Rádio Geraes de Belo Horizonte, de 1998 até 2006, o programa On The Jazz referência desta música em Belo Horizonte.
+ Detalhes
Segunda, 25 | Outubro
Brasil Jazz Contemporâneo
Estúdios de Portas Abertas | Estúdio Usina |  Tema: Abrindo uma Mix do Jamba
15:00 às 17:00
Estúdios de Portas Abertas | Estúdio Usina | Tema: Abrindo uma Mix do Jamba
Brasil Jazz
SERÃO 5 VAGAS PARA ESTA ATIVIDADE A cadeia produtiva da música engloba diversos setores e atividades, desde a fabricação de instrumentos musicais, escolas de música até a performance propriamente dita. Um elo fundamental desta cadeia produtiva são os estúdios de gravação. O festival convidou cinco estúdios da cidade para abrirem suas portas e receberem o público, especializado ou não, para conhecer suas atividades. Participarão os estúdios Usina, Ultra, Stereoutono, Sonastério e New Doors Vintage Keys. Serão abordados temas diversos, de acordo com a especialidade de cada local. Todas as visitas são gratuitas, mediante inscrição prévia.
+ Detalhes
Online
Túlio Araújo | Produzindo e Gravando Lives
17:00 às 17:30
Túlio Araújo | Produzindo e Gravando Lives
Brasil Jazz
| Web-série | Planejando o Savassi Festival na Pandemia| Túlio Araújo | Produzindo e Gravando Lives
+ Detalhes
Online
Christiano Caldas e Marcelo Guerra | Mixando e Masterizando um Disco
18:00 às 18:30
Christiano Caldas e Marcelo Guerra | Mixando e Masterizando um Disco
Brasil
| Web-série | Como fazer um disco? | Christiano Caldas e Marcelo Guerra | Mixando e Masterizando um Disco
+ Detalhes
Online
Jazz, por Favor! | Live com Aaron Goldberg (EUA)
19:00 às 20:30
Jazz, por Favor! | Live com Aaron Goldberg (EUA)
Brasil
| Live | Jazz, por Favor! | Live com Aaron Goldberg (EUA) Aaron Goldberg nasceu em Boston e começou a ter aulas de piano aos 7 anos e tocar jazz aos 14 anos. Em 1996, após sua graduação, Goldberg voltou para Nova York e mais uma vez se concentrou na música. À medida que sua carreira como pianista continuava ganhando impulso, Goldberg decidiu perseguir uma ambição de longa data de continuar explorando temas de sua tese de último ano e obter o título de mestre em filosofia. Ele lançou um novo álbum, Home, em 2010, e Bienestan e Sim! em 2012. Em novembro de 2014, Goldberg lançou The Now, um álbum de 10 canções de suas próprias composições, padrões de jazz e retrabalhos de canções brasileiras.
+ Detalhes
Workshop Michael com Adriano Campagnani | Contrabaixo | Tema: O Baixista Completo
19:00 às 21:00
Workshop Michael com Adriano Campagnani | Contrabaixo | Tema: O Baixista Completo
Brasil Contemporâneo Jazz
| Workshops do Jazz | Workshop Michael com Adriano Campagnani | Contrabaixo | Tema: O Baixista Completo
+ Detalhes
Online
Projeto Lugar de Mulher | Deh Musullini entrevista Carla Sceno
20:00 às 20:20
Projeto Lugar de Mulher | Deh Musullini entrevista Carla Sceno
Brasil
| Programa de rádio | Projeto Lugar de Mulher | Deh Musullini entrevista Carla Sceno
+ Detalhes
Terça, 26 | Outubro
Brasil Jazz
Estúdios de Portas Abertas | Stereoutono | Tema: Gravando Baterias: microfonação e mixagem
15:00 às 17:00
Estúdios de Portas Abertas | Stereoutono | Tema: Gravando Baterias: microfonação e mixagem
Brasil Jazz
SERÃO 6 VAGAS A cadeia produtiva da música engloba diversos setores e atividades, desde a fabricação de instrumentos musicais, escolas de música até a performance propriamente dita. Um elo fundamental desta cadeia produtiva são os estúdios de gravação. O festival convidou cinco estúdios da cidade para abrirem suas portas e receberem o público, especializado ou não, para conhecer suas atividades. Participarão os estúdios Usina, Ultra, Stereoutono, Sonastério e New Doors Vintage Keys. Serão abordados temas diversos, de acordo com a especialidade de cada local. Todas as visitas são gratuitas, mediante inscrição prévia.
+ Detalhes
Lançamento de CD | Gustavo Fofão | True North
19:30 às 20:20
Lançamento de CD | Gustavo Fofão | True North
Brasil
Gustavo Fofão é multi-instrumentista brasileiro, formado na Escola de Música da UFMG. Sua relação com a música iniciou em casa, com a família. Por influência do seu irmão dedicou-se ao violão. Conhecido pela sua sensibilidade e virtuosismo, tornou-se conhecido na comunidade musical pela sua atuação como instrutor do site Cifra Club. 2021 marca o seu amadurecimento como artista com o lançamento do seu EP True North. Seu estilo de tocar fingerstyle apresenta arranjos que expandem o potencial musical em novas camadas de dinâmicas e timbres do universo instrumental, um fruto do trabalho imersivo e sensível da parceria entre Fofão e o selo Sonastério.
+ Detalhes
Noite Selo BlackSun | Carla Sceno Trio
20:00 às 21:15
Noite Selo BlackSun | Carla Sceno Trio
Brasil Jazz
Graduada em arquitetura pela UFV em sua cidade Viçosa, no interior de Minas Gerais, dedicou-se à música desde os 12 anos de idade sempre alternando entre compor, cantar e tocar, buscando novos caminhos para a sua música. Canções que falam do seu dia a dia, suas paixões e frustrações, preenchem o repertório desse novo show, em que a artista se entrega de corpo e alma ao público. Com claras referências da música negra norte americana e dos grandes compositores brasileiros, Carla transita entre o tradicional e o contemporâneo com autoridade e grande qualidade em suas interpretações. A cantora, compositora e multiinstrumentista Carla Sceno apresenta o seu novo show “Intimidade”, interpretando suas canções acompanhada do seu piano e seu violão, com muita maestria e poesia. O show de Sceno representa o selo de gravação BlackSun.
+ Detalhes
Show | Macondos
20:40 às 21:30
Show | Macondos
Brasil Jazz
Macondos é formada por Marcelo Dai, Aloízio Horta, João Gabriel, Lucas De Moro, Daniel Guedes, Pedro Aristides, Pedro Mota e Vinicius Augustus e traz no repertório músicas inéditas e autorais, com ricas nuances e texturas musicais que perpassam do jazz à salsa, do afrobeat ao carimbó. A sonoridade da banda é instrumental, porém com pitadas e intervenções vocais. Busca traçar um caminho genuíno e inovador na música Mineira, abrindo espaço para experimentações e descobertas, sempre com respeito às nossas ancestralidades. Macondos apresenta-se na noite do selo Sonastério.
+ Detalhes
Online
Programa de rádio | Clube do Jazz | Programa do Savassi Festival e da Rádio
22:00 às 23:00
Programa de rádio | Clube do Jazz | Programa do Savassi Festival e da Rádio
Brasil Jazz
Rádio Inconfidência, 100,9 Mhz Fez a produção musical do ambiente Jazz Club da Casa Cor 2005. DJ dos eventos Comida di Buteco (2001-2016) e Boteco Bohemia em 2004, 2005, 2006 e 2007. Curador do festival “Tudo É Jazz” 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010. Curador do Savassi Festival desde 2006. Escreve a coluna de Jazz do jornal Letras em Belo Horizonte. Coproduziu o show “Centenário Art Blakey” com Rafael Barata Sexteto. Série CJUB Jazz Nights no Clube Manouche (Rio de Janeiro). Apresentou e produziu na extinta Rádio Geraes de Belo Horizonte, de 1998 até 2006, o programa On The Jazz referência desta música em Belo Horizonte.
+ Detalhes
Quarta, 27 | Outubro
Brasil Choro Clássico Jazz Contemporâneo
Estúdios de Portas Abertas | Ultra Estúdio |  Tema: Estúdio e home estúdio: as diferenças e a importância de cada u
15:00 às 17:00
Estúdios de Portas Abertas | Ultra Estúdio | Tema: Estúdio e home estúdio: as diferenças e a importância de cada u
Brasil
SERÃO 10 VAGAS A cadeia produtiva da música engloba diversos setores e atividades, desde a fabricação de instrumentos musicais, escolas de música até a performance propriamente dita. Um elo fundamental desta cadeia produtiva são os estúdios de gravação. O festival convidou cinco estúdios da cidade para abrirem suas portas e receberem o público, especializado ou não, para conhecer suas atividades. Participarão os estúdios Usina, Ultra, Stereoutono, Sonastério e New Doors Vintage Keys. Serão abordados temas diversos, de acordo com a especialidade de cada local. Todas as visitas são gratuitas, mediante inscrição prévia.
+ Detalhes
Quinteto Acerta o Passo
18:00 às 19:30
Quinteto Acerta o Passo
Brasil Choro Clássico

Da vontade em mergulhar mais profundamente nos ensinamentos ancestrais do choro, o renomado percussionista mineiro Tulio Araujo reuniu um quinteto que mistura brasileiros, um americano e uma ucraniana, com o intuito de homenagear e reverenciar os arquitetos e arquitetas do gênero. Nomes como Pixinguinha, Chiquinha Gonzaga, Tia Amélia, Altamiro Carrilho, Jacob do Bandolim, Villa Lobos e Cristóvão Bastos são algumas das referências do grupo.

+ Detalhes
Música em Livro | Congresso Pensar Música | Lançamento do livro XXX | Bate-papo com Mauro Rodrigues (UFMG) e Cliff Korman (Uni-Rio)
18:30 às 20:00
Música em Livro | Congresso Pensar Música | Lançamento do livro XXX | Bate-papo com Mauro Rodrigues (UFMG) e Cliff Korman (Uni-Rio)
Brasil
| Música em Livro | Congresso Pensar Música | Lançamento do livro XXX | Bate-papo com Mauro Rodrigues (UFMG) e Cliff Korman (Uni-Rio)
+ Detalhes
Palco UFMG | Trio Estação
20:00 às 20:40
Palco UFMG | Trio Estação
Brasil Jazz
O Trio Estação é composto pelos músicos Edem (bateria), Guilherme Barros (contrabaixo) e Zé Carlos (violão). A banda foi selecionada no concurso palco UFMG, processo seletivo regido por edital da Escola de Música da UFMG e o do Savassi Festival Savassi. O Trio Estação traz novos arranjos de músicas brasileiras, composições próprias , mostrando sua identidade eclética.
+ Detalhes
Lançamento de Disco | Jennifer Souza | Pacífica Pedra Branca
20:15 às 21:30
Lançamento de Disco | Jennifer Souza | Pacífica Pedra Branca
Brasil Contemporâneo Jazz
Desde 2013, quando lançou o primeiro álbum solo, Jennifer Souza vem colecionando epifanias criativas, solidões e companhias irresistíveis. Entre turnês e vivências com bandas adoráveis como a atualmente em hiato Transmissor e a prolífica Moons, ela descortinou mais de si aos pouquinhos, composição por composição, letra por letra, na construção do que é Pacífica Pedra Branca, o segundo álbum da artista, que será lançado no Savassi Festival. Com morfologia sonora que se desloca da canção brasileira ao jazz do coração, do folk melancólico ao indie de instrumentação múltipla e insuspeitada, o novo disco da cantora, compositora e multi instrumentista revela uma geografia musical muito própria da artista, um dos nomes mais instigantes da cena musical contemporânea. Retornando aos palcos do Savassi Festival, que recebeu o show de estreia de “Impossível Breve” há oito anos, Jennifer apresenta pela primeira vez o show de “Pacífica Pedra Branca”. Vestida por estilos já conhecidos na sua música, a artista se reveza entre violões e guitarras acompanhada por um septeto de peso que conta com os músicos Marcus Abjaud (piano e teclado), Fred Selva (synths, eletrônica e harmônio), Thiago Corrêa (baixo e vocais), Felipe Continentino (bateria), João Machala (trombone), Breno Mendonça (sax tenor) e William Alves (trompete e flugelhorn). O show ainda contará com as participações especiais de Luka Milanovic (violino), Felipe José (violoncelo) e Leonardo Marques (guitarra).
+ Detalhes
Palco UFMG | Átimo Quinteto
21:10 às 21:50
Palco UFMG | Átimo Quinteto
Brasil Jazz
Formado em 2021, o quinteto, composto por Danusa Rosa, Dudu Amendoeira, Evandro Canutto, Matheus Ramos e Thiago Hamsik, busca uma maneira etérea e sensível de interpretar e transmitir a música. Átimo que é também instante, simboliza o encontro transitório e repleto de possibilidades do som, e se faz oficina no agrupamento de todas essas combinações sinestésicas. No repertório, releituras do jazz brasileiro e composições autorais de Dudu Amendoeira. Criar experiências sonoras potentes, que nos conectam com a natureza física e subjetiva, aquela que nos reúne em coletivo, no aqui e agora, sendo lar, inspiração e energia vital para o solo fértil da música.
+ Detalhes
Quinta, 28 | Outubro
Brasil Jazz MPB
Online
Congresso Acadêmico Pensar Música | Mesa Solve | Pesquisas Recentes na Pós-Graduação
10:00 às 12:00
Congresso Acadêmico Pensar Música | Mesa Solve | Pesquisas Recentes na Pós-Graduação
Brasil
Moderador: Prof. Fernando Rocha (UFMG) Palestrante 1: Prof. André Queiroz Limão (UFMG) | Esdra “Neném” Ferreira: seu estilo de tocar bateria Palestrante 2: Prof. Pablo Souza (UFMG) | Composição, Arranjo e Improvisação no Contrabaixo de Dave Holland Palestrante 3:Prof. Wanderson Lopes Soares (Fames) | A Regência Musical de Letieres Leite
+ Detalhes
Ensaio Aberto | Davi Fonseca quinteto
14:00 às 15:00
Ensaio Aberto | Davi Fonseca quinteto
Brasil
Davi Fonseca é pianista, cantor, compositor e arranjador. Bacharel em Composição pela UFMG, tem forte atuação no cenário independente de Belo Horizonte, tocando ao lado de músicos renomados na cena nacional e internacional. Neste momento o músico está no processo de criação do seu segundo álbum, encomendado pelo selo Savassi Festival Records. Para este show, Davi apresentará o repertório deste próximo disco, além de músicas gravadas em seu primeiro trabalho, Piramba, também lançado pelo selo Savassi Festival Records. A banda é formada pelos músicos Yuri Vellasco (Bateria, Zabumba e Pandeiro), Paulim Sartori (Baixo e Bandolim), João Machala (Trombone), João Paulo Drumond (Vibrafone, Pandeiro e Berimbau) e Davi Fonseca (Piano e Voz).
+ Detalhes
Online
Congresso Acadêmico Pensar Música | Mesa MIra | Entrevistas com os Mestres
15:00 às 17:00
Congresso Acadêmico Pensar Música | Mesa MIra | Entrevistas com os Mestres
Brasil
Moderador: Prof. Mauro Rodrigues (UFMG) Entrevistado: Toninho Horta Alunos Pesquisadores: João Machala Alunos Pesquisadores: Gustavo Bracher Graduado em flauta pela Escola de Música da UFMG, mestrado em musicologia pelo Conservatório Brasileiro de Música (RJ) e doutorado em Artes pela UFMG. Participou do programa de Professor Visitante na Escola de Música da UFMG. Foi Pesquisador Visitante pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG). Atualmente é professor na Escola de Música da UFMG. Tem atuado como produtor, compositor, arranjador e/ou instrumentista em apresentações e gravações de artistas como: Skank, Jota Quest, Maria Gadu, Adélia Prado, Maria Schneider, Cleber Alves, Babaya, Edição Brasileira, Juarez Moreira, Hermeto Paschoal, Milton Nascimento, Nelson Ayres, Paulinho Pedra Azul, Renato Motha, Rudi Berger, Toninho Horta, e Tavinho Moura, dentre outros. Tem lançados, em CD, os seguintes trabalhos autorais e de performance: Lua - Edição Brasileira (Karmin - 2001), Um Sopro de Brasil (Núcleo Contemporâneo - 2004), Suíte para os Orixás (independente - 2006), Trilha do filme documentário “O Homem Roxo” (Carabina Filmes 2010) Misturada Orquestra (independente - 2011), Trilha do Filme documentário “Presépio Pipiripau – o mundo de Raimundo Machado” (Fazenda Filmes - 2013), trilha da exposição itinerante “Canção Amiga – Clube da Esquina” (2017), Cru, Cozido e Repartido (independente – 2018).
+ Detalhes
Estúdios de Portas Abertas | New Doors Vintage Keys  Tema:O papel do estúdio: laboratório, indústria, ateliê
15:00 às 17:00
Estúdios de Portas Abertas | New Doors Vintage Keys Tema:O papel do estúdio: laboratório, indústria, ateliê
Brasil
SERÃO 10 VAGAS A cadeia produtiva da música engloba diversos setores e atividades, desde a fabricação de instrumentos musicais, escolas de música até a performance propriamente dita. Um elo fundamental desta cadeia produtiva são os estúdios de gravação. O festival convidou cinco estúdios da cidade para abrirem suas portas e receberem o público, especializado ou não, para conhecer suas atividades. Participarão os estúdios Usina, Ultra, Stereoutono, Sonastério e New Doors Vintage Keys. Serão abordados temas diversos, de acordo com a especialidade de cada local. Todas as visitas são gratuitas, mediante inscrição prévia.
+ Detalhes
Ensaio Aberto | Duo Mitre
16:00 às 17:00
Ensaio Aberto | Duo Mitre
Brasil
O Duo formado pelas irmãs Luísa Mitre e Natália Mitre é a celebração da parceria musical, da vida e dos palcos, construída ao longo dos anos entre as instrumentistas. Tocando juntas desde o início de suas carreiras musicais, ainda na infância, as irmãs construíram uma conexão musical intensa que se reflete em suas performances e criações. O Duo tem como propósito valorizar e difundir a música instrumental brasileira, dando destaque para a produção feminina. Seiva, o primeiro álbum do Duo é um lançamento do selo Savassi Festival Records e é composto por um repertório totalmente autoral, que passeia por diferentes caminhos da brasilidade. O disco tem participação de Anat Cohen, Carol Panesi, Joana Queiroz , Léa Freire e Kiko Mitre.
+ Detalhes
Workshop com Maurício Tizumba e Robertinho Silva | Tema: Percussão Brasileira
17:00 às 18:30
Workshop com Maurício Tizumba e Robertinho Silva | Tema: Percussão Brasileira
Brasil
Maurício Tizumba é um instrumentista, cantor, compositor, ator e empreendedor cultural brasileiro nascido em Minas Gerais, com carreira artística estabelecida desde 1973. Um dos mais populares artistas de Minas Gerais, Tizumba também é um dos criadores da Companhia Burlantins, um grupo teatral de rua marcado pela musicalidade e em atividade desde 1996, e do Tambor Mineiro, grupo de percussão com influência do congado, ambos culturalmente expressivos. Já excursionou pelos Estados Unidos, Canadá e Europa, sendo um dos representantes de Minas Gerais no Ano do Brasil na França. Com o seu grupo de tambor mineiro participou do New Orleans Jazz Festival e em quatro edições do Landesmusikademie em Berlim. Detentor de extensa discografia, lançou o aclamado Terreiro Zen em 2021. É autor do livro De Camarões: veredas de Maurício Tizumba. Robertinho Silva é baterista e percussionista, considerado um dos definidores da linguagem brasileira para bateria. Ao lado de Wagner Tiso, fez parte do grupo Som Imaginário e participou de concertos nacionais e internacionais. Em 2009, lançou seu disco “Padedês de Sararás” e, atualmente, dedica-se à pesquisa de ritmos folclóricos e à sua carreira solo. É autor dos livros Se a Minha Bateria Falasse e Coração Mineiro.
+ Detalhes
Música em Livro | Bate papo com Maurício Tizumba e Robertinho Silva
18:30 às 20:00
Música em Livro | Bate papo com Maurício Tizumba e Robertinho Silva
Brasil
Maurício Tizumba é um instrumentista, cantor, compositor, ator e empreendedor cultural brasileiro nascido em Minas Gerais, com carreira artística estabelecida desde 1973. Um dos mais populares artistas de Minas Gerais, Tizumba também é um dos criadores da Companhia Burlantins, um grupo teatral de rua marcado pela musicalidade e em atividade desde 1996, e do Tambor Mineiro, grupo de percussão com influência do congado, ambos culturalmente expressivos. Já excursionou pelos Estados Unidos, Canadá e Europa, sendo um dos representantes de Minas Gerais no Ano do Brasil na França. Com o seu grupo de tambor mineiro participou do New Orleans Jazz Festival e em quatro edições do Landesmusikademie em Berlim. Detentor de extensa discografia, lançou o aclamado Terreiro Zen em 2021. É autor do livro De Camarões: veredas de Maurício Tizumba. Robertinho Silva é baterista e percussionista, considerado um dos definidores da linguagem brasileira para bateria. Ao lado de Wagner Tiso, fez parte do grupo Som Imaginário e participou de concertos nacionais e internacionais. Em 2009, lançou seu disco “Padedês de Sararás” e, atualmente, dedica-se à pesquisa de ritmos folclóricos e à sua carreira solo. É autor dos livros Se a Minha Bateria Falasse e Coração Mineiro.
+ Detalhes
Nova Onda | Confeitaria
20:00 às 21:15
Nova Onda | Confeitaria
Brasil
O duo de post-rock instrumental formado por, Gabriel Murilo e Lucas Mortimer têm dois álbuns lançados: Enero (2016) e Confins (2018). O Duo já circulou por mais de 30 cidades do Brasil e da América do Sul e se apresentou em importantes festivais. O álbum mais recente, “Confins”, apresenta sonoridade psicodélica, reflexo de experiências em limites e continuidades entre o campo e a cidade, a mente e as paixões, o corpo e a natureza. Atualmente o duo lança uma série de videoclipes das músicas do disco, cada qual gravado por diferentes diretoras.
+ Detalhes
Noite Selo Savassi Festival Records | Duo Mitre | Seiva | Lançamento de CD | Mulheres na Música Instrumental
20:00 às 21:00
Noite Selo Savassi Festival Records | Duo Mitre | Seiva | Lançamento de CD | Mulheres na Música Instrumental
Brasil Jazz MPB
O Duo formado pelas irmãs Luísa Mitre e Natália Mitre é a celebração da parceria musical, da vida e dos palcos, construída ao longo dos anos entre as instrumentistas. Tocando juntas desde o início de suas carreiras musicais, ainda na infância, as irmãs construíram uma conexão musical intensa que se reflete em suas performances e criações. O Duo tem como propósito valorizar e difundir a música instrumental brasileira, dando destaque para a produção feminina. Seiva, o primeiro álbum do Duo é um lançamento do selo Savassi Festival Records e é composto por um repertório totalmente autoral, que passeia por diferentes caminhos da brasilidade. O disco tem participação de Anat Cohen, Carol Panesi, Joana Queiroz , Léa Freire e Kiko Mitre.
+ Detalhes
Lançamento do CD: Antes do Fim | Gustavo Figueiredo Trio, participações especiais Marcelo Dai e Kadu Vianna
20:00 às 21:15
Lançamento do CD: Antes do Fim | Gustavo Figueiredo Trio, participações especiais Marcelo Dai e Kadu Vianna
Brasil Jazz
Nascido em Belo Horizonte no ano de 1981, Gustavo Figueiredo começou suas primeiras aulas de música aos 12 anos de idade. Estudou teoria com Lúcio Martins, harmonia e improvisação com Enéias Xavier e Írio Júnior, participou da oficina de música de Itiberê Zwarg, estudou jazz com Matthew Warnock e recentemente com o pianista Israelense Shai Maestro. Ganhou o Prêmio BDMG Jovem instrumentista em 2005 e o 7o Prêmio BDMG Instrumental em 2007. Em 2014 lançou o seu primeiro álbum, Trio, no Savassi Festival. Em 2019 se apresentou em Portugal, no “Cascais Jazz Club”, em Cascais, e na Fábrica Braço de Prata”, em Lisboa. O álbum “Antes do fim” é composto por 6 músicas autorais e 2 arranjos das obras, “Lamento Sertanejo” (Dominguinhos e Gilberto Gil) e “Pássaro” (Djavan). Neste trabalho, o pianista mostra seu estilo, que mistura o jazz contemporâneo com música brasileira, além de diversas influências que carrega. A música que dá título ao álbum é um Jazz Rock, e o sentido do nome é: o que devemos fazer ou não podemos deixar de fazer antes do fim. Gustavo gravou piano e teclados, Adriano Campagnani, o baixo e Felipe Continentino, a bateria. Além do trio, o álbum traz dois convidados especiais em 4 faixas, Kadu Vianna e Marcelo Dai.
+ Detalhes
Música Nova | Davi Fonseca quinteto | Prèmiere do novo trabalho Viseira
21:30 às 22:30
Música Nova | Davi Fonseca quinteto | Prèmiere do novo trabalho Viseira
Brasil Jazz MPB
Davi Fonseca é pianista, cantor, compositor e arranjador. Bacharel em Composição pela UFMG, tem forte atuação no cenário independente de Belo Horizonte, tocando ao lado de músicos renomados na cena nacional e internacional. Neste momento o músico está no processo de criação do seu segundo álbum, encomendado pelo selo Savassi Festival Records. Para este show, Davi apresentará o repertório deste próximo disco, além de músicas gravadas em seu primeiro trabalho, Piramba, também lançado pelo selo Savassi Festival Records. A banda é formada pelos músicos Yuri Vellasco (Bateria, Zabumba e Pandeiro), Paulim Sartori (Baixo e Bandolim), João Machala (Trombone), João Paulo Drumond (Vibrafone, Pandeiro e Berimbau) e Davi Fonseca (Piano e Voz).
+ Detalhes
Sexta, 29 | Outubro
Brasil Contemporâneo Jazz
Online
Congresso Acadêmico Pensar Música | Mesa FAmuli | Pesquisas Recentes na Pós-Graduação
10:00 às 12:00
Congresso Acadêmico Pensar Música | Mesa FAmuli | Pesquisas Recentes na Pós-Graduação
Brasil
Moderadora: Profa. Clara Sandroni (UniRio) Palestrante 1: João Machala (UFMG) | Como Articula Raul de Souza? Palestrante 2: Glaw Nader (UFMG) | Improvisação Vocal Palestrante 3: Diego Terra (UniRio) | A Improvisação de Juarez Araújo
+ Detalhes
Ensaio Aberto | Guinga
14:00 às 15:00
Ensaio Aberto | Guinga
Brasil
Guinga é carioca da zona norte do Rio de Janeiro, onde nasceu em 1950. Começou a compor aos 16 anos e trabalhou profissionalmente como violonista, acompanhando grandes artistas e teve inúmeras de suas músicas gravadas por músicos brasileiros de grande renome. Suas composições são parcerias com Paulo César Pinheiro, Aldir Blanc, Chico Buarque, Nei Lopes, Sérgio Natureza, Nelson Motta, Simone Guimarães, Mauro Aguiar, Thiago Amud. Em 2021 lançou dois álbuns, o Japan Tour 2019, com os parceiros Mônica Salmaso, Teco Cardoso e Nailor Proveta; e o Zaboio.
+ Detalhes
Online
Congresso Acadêmico Pensar Música | Mesa LAbil | Pesquisas Contemporâneas
15:00 às 17:00
Congresso Acadêmico Pensar Música | Mesa LAbil | Pesquisas Contemporâneas
Brasil
Moderador: Prof. Cliff Korman (UFMG) Palestrante 1: Gabriel Improta (UniRio) | Tema de pesquisa Palestrante 2: Almir Côrtes (UniRio) | Tema de pesquisa Palestrante 3: Prof. Richard Boukas (New York) | tema de pesquisa Pianista completo, educador reconhecido e pesquisador de jazz, música brasileira, e improvisação, Cliff Korman tem desenvolvido diversos trabalhos para o Savassi Festival nos últimos anos. Professor do departamento de música da UniRio, é responsável pelo Pensar Música - congresso Internacional, ao lado do prof. Mauro Rodrigues (UFMG). Este congresso acadêmico é realizado desde 2020, no Savassi Festival.
+ Detalhes
Estúdios de Portas Abertas | Sonastério Tema: A Visão da Produtora: Arte e Business
15:00 às 17:00
Estúdios de Portas Abertas | Sonastério Tema: A Visão da Produtora: Arte e Business
Brasil
SERÃO 15 VAGAS A cadeia produtiva da música engloba diversos setores e atividades, desde a fabricação de instrumentos musicais, escolas de música até a performance propriamente dita. Um elo fundamental desta cadeia produtiva são os estúdios de gravação. O festival convidou cinco estúdios da cidade para abrirem suas portas e receberem o público, especializado ou não, para conhecer suas atividades. Participarão os estúdios Usina, Ultra, Stereoutono, Sonastério e New Doors Vintage Keys. Serão abordados temas diversos, de acordo com a especialidade de cada local. Todas as visitas são gratuitas, mediante inscrição prévia.
+ Detalhes
Ensaio Aberto | Cesar Costa Quarteto
16:00 às 17:00
Ensaio Aberto | Cesar Costa Quarteto
Jazz
CESAR COSTA QUARTETO Cesar Costa é formado em medicina e músico autodidata, escolheu a guitarra e o violão como instrumento aos 10 anos de idade. Integrou o grupo Stationjazz, nos anos 90, e se apresentava no Bar JANIS. Em 1996, participou como guitarrista convidado do disco Tudo Azul do pianista Márcio Hallack, com quem fez também algumas apresentações em Belo Horizonte. Seu disco de estreia, Ponto de Não Retorno, foi gravado em 2013/2014. Este trabalho autoral e instrumental foi lançado em 2015, no teatro de bolso do SESC, em Belo Horizonte. Atualmente dedica-se à composição do seu novo álbum, a ser lançado brevemente.
+ Detalhes
Palco UFMG | MTL 21
17:00 às 18:15
Palco UFMG | MTL 21
Brasil
O MTL 21 é um grupo formado na UFMG pelos jovens músicos: Matheuzin Ramos (bateria), Thiago Hamsik (baixo) e Lucas de Moro (teclado). O grupo destaca-se por entrelaçar elementos do jazz à música brasileira e internacional, através de improvisos criativos e musicais. O trio ainda conta com um repertório popular, que promete diversão para o público.
+ Detalhes
Jazz Remixed | SaFa DJ discotecam com o acervo de vinis da Acústica CDs
18:00 às 21:00
Jazz Remixed | SaFa DJ discotecam com o acervo de vinis da Acústica CDs
Brasil Contemporâneo Jazz
O projeto SaFa reúne os DJs Sandrinha e Fausto, dividindo os toca-discos em sets inspirados na música negra. O repertório da dupla reúne soul, new soul, r&b, hip hop, disco, música brasileira e releituras. Mesmo juntos, cada DJ tem suas preferências e particularidades na hora de virar os discos! São várias referências e misturas sem muitos rótulos ou estilos definidos
+ Detalhes
Música em Livro | Bate papo com Cléber Alves e Chico Amaral
18:30 às 20:00
Música em Livro | Bate papo com Cléber Alves e Chico Amaral
Brasil
Chico Amaral ocupa um lugar especial no coração do Café com Letras e do Savassi Festival. Tudo começou com a sua noite de jazz às quartas-feiras no Café, que durou de 1996 a 1999, e que abriu o caminho para o surgimento do Savassi Festival. Este ano, além do show com seu quarteto, o artista será protagonista junto com Cléber alves do bate papo: música em livro.
+ Detalhes
Jazz Remixed |  DJ Sandri - Flertando com o Jazz
19:00 às 22:00
Jazz Remixed | DJ Sandri - Flertando com o Jazz
Brasil Contemporâneo
Sandra Leão , formada em Licenciatura em música pela UFMG,é pandeirista, professora, dj e curadora musical. Faz parte do Coletivo Lugar de Mulher em que realiza entrevistas com com musicistas diversas. É integrante do grupo Choro do Jura, do trio de djs Radiola Sista e apresenta o Programa Quae Persona, , também de entrevistas, da distribuidora digital de música Quae.
+ Detalhes
Jazz Remixed | DJ Andreia Around - Intercontinental Jazz
19:00 às 22:00
Jazz Remixed | DJ Andreia Around - Intercontinental Jazz
Brasil
A pesquisadora musical e dj Andreia Around reúne em suas seletivas sonoras a diversidade da música mundial, e nos convida para um passeio pelo jazz além das fronteiras. As influências culturais são uma constante nos seus sets, que vão do tradicional ao experimental, da orquestra clássica ao vocal improvisado. O projeto Intercontinental Jazz foi criado para as comemorações do Dia Internacional do Jazz, promovido pelo Herbie Hancock Institute of Jazz e será o ponto de encontro de jazzistas do mundo todo em um set especialmente e carinhosamente preparado para o Savassi Festival. Conheça mais: Instagram: @andreiaaround https://www.mixcloud.com/andreiaaround/
+ Detalhes
Jazz Remixed | Palomita DJ - Benvinda Music Lab - versão Jazz e suas vertentes
20:00 às 23:00
Jazz Remixed | Palomita DJ - Benvinda Music Lab - versão Jazz e suas vertentes
Brasil
Eclética, a mineira abusa de ritmos e misturas, privilegiando sempre o clima do lugar e do público para quem toca. No Café com Letras, ela apresenta sets de música brasileira da cena independente que intitulou de música para dançar sentado. O trabalho como DJ foge do usual e ganha personalidade com as performances da artista. Nos últimos anos tornou-se referência na cena mineira e está a frente da maioria dos grandes eventos de BH, tanto apresentando os shows na condição de mestre de cerimônias, quanto discotecando (Sim! ela realiza os dois trabalhos ao mesmo tempo).
+ Detalhes
Noite Selo Grão Discos | Semreceita | Participações especiais Tamara Franklin e Luiza Brina
20:00 às 20:50
Noite Selo Grão Discos | Semreceita | Participações especiais Tamara Franklin e Luiza Brina
Brasil
O contínuo interesse de misturas musicais inusitadas, fundamentadas no rico universo da cultura popular brasileira levou o Semreceita a lançar seu primeiro disco, em 2017. Agora prepara seu novo lançamento, que acontece pelo selo Grão Discos. Atuantes na cena instrumental mineira desde 2012, o Semreceita traz a essa nova fase ainda mais diversidade ao aliar a canção à música instrumental. Para esse show, o grupo convida Tamara Franklin e Luiza Brina, duas cantoras e compositoras expoentes da música mineira recente e de vertentes totalmente distintas entre si, para uma apresentação única em que a voz se junta à música instrumental.
+ Detalhes
Shows |  Gil Costa Quarteto convida Josué Lopez (SP)
20:00 às 21:15
Shows | Gil Costa Quarteto convida Josué Lopez (SP)
Brasil
GIL COSTA Quarteto convida Josué Lopez Ganhador da XV Edição do Prêmio BDMG de Música Instrumental, um dos maiores do país. Gil Costa é um saxofonista que vem atuando com grandes nomes da música instrumental mineira e brasileira. Tocou com o pianista paulista Fábio Torres, vencedor de Grammy Awards em 2014, com o guitarrista, baixista e compositor Fábio Gouvea, com a cantora Leila Pinheiro, Esdras (Neném) Ferreira, Enéias Xavier e outros. Com seu primeiro disco: Ticonino. Tem tocado em alguns dos festivais de jazz mais tradicionais do Brasil, como: Savassi Festival, Ipatinga Live Jazz e no palco consagrado do Sesc Instrumental. Gil Costa faz parte da nova geração do jazz mineiro e sua proposta é levar o som de minas para o mundo. JOSUÉ LOPEZ Nascido no Rio de Janeiro, o saxofonista arranjador e compositor Josué Lopez tem 2 álbuns solo lançados pela Sony Music: Evolução e Amor Incomparável, já tocou e gravou com grandes artistas da MPB como: Djavan, Ivan Lins, Rosa Passos, Alcione. Na música instrumental apresentou-se ao lado de Arthur Maia, Hamilton de Holanda, Chico Pinheiro e muitos outros.
+ Detalhes
Jazz Remixed | DJFernando Fonseca
20:00 às 23:00
Jazz Remixed | DJFernando Fonseca
Brasil Contemporâneo Jazz
O DJ Fernando Fonseca atua na cidade há 25 anos, apresentando-se nas principais casas de Belo Horizonte. É DJ residente no Paco Pigalle e abriu shows para Marcelo D2, Raphael, Tom Zé entre outros. Foi crítico musical do jornal Hoje em Dia. Atualmente, além de DJ, trabalha como programador musical na Rádio Inconfidência. Seu set inclui música brasileira de todas as vertentes, nu jazz, soul, hip-hop, latinidades e World Music.
+ Detalhes
Show | Cesar Costa Quarteto
20:15 às 21:00
Show | Cesar Costa Quarteto
Brasil Jazz
Cesar Costa é formado em medicina e músico autodidata, escolheu a guitarra e o violão como instrumento aos 10 anos de idade. Integrou o grupo Stationjazz, nos anos 90, e se apresentava no Bar JANIS. Em 1996, participou como guitarrista convidado do disco Tudo Azul do pianista Márcio Hallack, com quem fez também algumas apresentações em Belo Horizonte. Seu disco de estreia, Ponto de Não Retorno, foi gravado em 2013/2014. Este trabalho autoral e instrumental foi lançado em 2015, no teatro de bolso do SESC, em Belo Horizonte. Atualmente dedica-se à composição do seu novo álbum, a ser lançado brevemente.
+ Detalhes
Noite Selo Grão Discos | Nova Onda | Gabriel Bruce | Participações especiais Matéria Prima e Frederico Heliodoro
21:20 às 22:10
Noite Selo Grão Discos | Nova Onda | Gabriel Bruce | Participações especiais Matéria Prima e Frederico Heliodoro
Brasil
Gabriel Bruce é baterista nascido em Belo Horizonte, vencedor do prêmio BDMG Jovem Instrumentista, em 2013. Recentemente lançou seu primeiro disco solo com as suas composições, Afluir, com produção de Frederico Heliodoro. Em 2020 também passou a ser professor convidado do projeto “Escola Itinerante de Belo Horizonte”, que tem o objetivo de contribuir para a formação técnica e artística de novas bandas. Recentemente lançou o novo single O Que Vi no Seu Olhar que conta com a participação especial do compositor, cantor e baterista paulistano Curumin, pelo selo Grão Discos. Esse single também foi lançado no Japão pela gravadora Mocloud. O seu show é parte da noite Selo Grão Discos e contará com as participações especiais de Frederico Heliodoro no contrabaixo e Matéria Prima nos vocais.
+ Detalhes
Médicos na Música | Guinga convida Nailor Proveta
21:30 às 22:30
Médicos na Música | Guinga convida Nailor Proveta
Brasil
Guinga é carioca da zona norte do Rio de Janeiro, onde nasceu em 1950. Começou a compor aos 16 anos e trabalhou profissionalmente como violonista, acompanhando grandes artistas e teve inúmeras de suas músicas gravadas por músicos brasileiros de grande renome. Suas composições são parcerias com Paulo César Pinheiro, Aldir Blanc, Chico Buarque, Nei Lopes, Sérgio Natureza, Nelson Motta, Simone Guimarães, Mauro Aguiar, Thiago Amud. Em 2021 lançou dois álbuns, o Japan Tour 2019, com os parceiros Mônica Salmaso, Teco Cardoso e Nailor Proveta; e o Zaboio. Com mais de 30 anos de carreira, o clarinetista e saxofonista Nailor Proveta é figura de destaque no cenário da música instrumental brasileira. Integrante e fundador da Banda Mantiqueira, compositor e arranjador, além de instrumentista, esteve envolvido em muitos dos melhores e mais relevantes projetos musicais das últimas décadas. Proveta, tocou em bailes e grupos musicais da região de Leme (SP). Mudou-se para São Paulo e, aos dezesseis anos de idade, já integrava a orquestra do Maestro Sylvio Mazzucca, famosa em todo o Brasil. Atua intensamente nos estúdios de gravação como instrumentista e arranjador, tendo participado de centenas de gravações dos mais importantes artistas brasileiros.
+ Detalhes
Sábado, 30 | Outubro
Brasil Contemporâneo Jazz MPB
Música em Livro | Bate-papo com Paulo Vilara
11:00 às 13:00
Música em Livro | Bate-papo com Paulo Vilara
Brasil
Livro Jazz! Interpretações – Pequenas Histórias de Fúria, Dor e Alegria
+ Detalhes
Música em Livro | Talk Show e Lançamento de livro com Enéias Xavier |
11:00 às 13:00
Música em Livro | Talk Show e Lançamento de livro com Enéias Xavier |
Brasil
O baixista, pianista, guitarrista, compositor, arranjador e produtor Enéias Xavier já dividiu o palco e gravou com grandes nomes da música nacional e internacional em seus quase 30 anos como profissional. Entre eles: Milton Nascimento, Chris Potter, Beto Guedes, Flávio Venturini, Toninho Horta, Nelson ngelo, Vander Lee, Maria Schneider, Nenê, Chico Amaral, Márcio Montarroyos, Hélio Delmiro, Robertinho Silva e Juarez Moreira. Enéias Xavier foi vencedor do III Prêmio BDMG-Instrumental e do Prêmio Marco Antônio Araújo com o CD “Jamba”, seu primeiro álbum. Seu segundo disco, “O Peregrino”, tem a participação de Dean Brown, Toninho Horta e Rudi Berger. Seu álbum mais recente, “Novo Tempo”, tem como convidados especiais Nivaldo Ornelas, Toninho Horta e Vana Gierig. Enéias Xavier lecionou como professor convidado nos CEM – Curso de Extensão da UFMG. É o diretor musical de Vander Lee produzindo e arranjando seus mais recentes trabalhos (Vander Lee 09 e DVD 20 anos) É fundador e presidente da MG Big Band. Eneias Xavier há 14 anos é um dos mestres da Bituca – Universidade de musica Popular em Barbacena-MG onde leciona aulas de contrabaixo e prática de baixo e bateria.
+ Detalhes
Música em Livro | Talk show com Túlio Mourão |
11:00 às 13:00
Música em Livro | Talk show com Túlio Mourão |
Brasil
Talk show com Túlio Mourão | | Livro Alma de Músico
+ Detalhes
Workshop Yamaha com Josué Lopez | Saxofone | Tema: Saxofone Versátil
11:00 às 13:00
Workshop Yamaha com Josué Lopez | Saxofone | Tema: Saxofone Versátil
Brasil
Nascido no Rio de Janeiro, o saxofonista arranjador e compositor Josué Lopez tem 2 álbuns solo lançados pela Sony Music: Evolução e Amor Incomparável, já tocou e gravou com grandes artistas da MPB como: Djavan, Ivan Lins, Rosa Passos, Alcione. Na música instrumental apresentou-se ao lado de Arthur Maia, Hamilton de Holanda, Chico Pinheiro e muitos outros.
+ Detalhes
Escuta Comentada | Juarez Moreira comenta o seu disco inédito Dedicatória, a ser lançado pelo Savassi Festival Records
12:00 às 13:30
Escuta Comentada | Juarez Moreira comenta o seu disco inédito Dedicatória, a ser lançado pelo Savassi Festival Records
Brasil
Quem não conhece o querido Joá? Reconhecido como um dos maiores violonistas do Brasil, aclamado pela crítica brasileira e no exterior, além de feras como Milton Nascimento, Toninho Horta e Paquito D’rivera, o artista mineiro cresceu ouvindo jazz, bossa nova e a música brasileira dos anos 1950. Nesta extensa trajetória na música instrumental, apresentou-se ao lado de grandes nomes da música brasileira como Egberto Gismonti, Ivan Lins, Milton Nascimento, Yamandu Costa, Toninho Horta, Maria Bethânia, Gal Costa, entre outros. É dono também de extensa discografia como líder e compositor. Em breve lançará um novo álbum pelo Savassi Festival Records, o Dedicatória.
+ Detalhes
Jazz Remixed | DJ Pieux-de-Poule - Clube de Jazz
19:00 às 22:00
Jazz Remixed | DJ Pieux-de-Poule - Clube de Jazz
Brasil Contemporâneo Jazz
Uiara Azevedo é produtora e pesquisadora em artes visuais, é responsável pelas playlists dos livros da Editora yné e também conhecida como DJ Pieux-de-Poule. Seus sets são carregados de vozes femininas, baladinhas, jazz, pop e músicas para curtir um drink e flertar marotamente
+ Detalhes
Jazz Remixed | DJ Aida Lage - Beats, grooves e Jazz afro-americanos
19:00 às 22:00
Jazz Remixed | DJ Aida Lage - Beats, grooves e Jazz afro-americanos
Brasil
Produtora cultural e DJ, atua em eventos e festivais como Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes, Tudo é Jazz, Fartura BH e Fartura Kids, Harmonize, Carnaval Belotur, Virada Cultural BH, Savassi Festival, Noite Aberta Inhotim, Natura Musical, Palco Ultra, Festival Sarará, Minas é o Mundo, Cine Growler, entre outros. Amante do rock, soul, jazz e pop, transita por estilos diversos em seu repertório, levando ao público a boa música de todos os tempos.
+ Detalhes
Online
Show | Tulio Araujo Quarteto
20:00 às 22:00
Show | Tulio Araujo Quarteto
Contemporâneo Jazz

Imagine um Pandeiro, sem Bateria. O dedão marcando o grave do bumbo, tapas fazendo a caixa e platinelas soando como os pratos e symbal. Bem-vindo(a) à idéia de Túlio Araújo: O Projeto Dobradura. Túlio é um músico Brasileiro, formado em Percussão, Produção Musical e Engenharia de Áudio. Tem como missão, demonstrar na prática como é fundir seu principal instrumento com o universo da improvisação que o Jazz possibilita.

+ Detalhes
Prêmio Jazz de Minas | Artista Homenageado | Toninho Horta
20:00 às 20:15
Prêmio Jazz de Minas | Artista Homenageado | Toninho Horta
Brasil
* Apenas portadores do ingresso do show de Jonathan Ferr terão acesso à entrega do prêmio Jazz de Minas. Vindo de família de músicos – seu avô, o maestro João Horta foi destaque entre os compositores de música sacra e popular no período barroco mineiro – Toninho teve as primeiras aulas de violão com sua mãe Geralda, que era bandolinista, e seu irmão Paulo contrabaixista. Na adolescência compôs suas primeiras canções, acompanhando cantoras na TV Itacolomy e se destacava entre os jovens músicos de sua geração. Morando no Rio de Janeiro a partir dos anos 70, TONINHO HORTA se tornou bastante conhecido nas rodas do meio artístico, sendo admirado por todos pela sua performance bem pessoal, quando tocava a guitarra ou o violão e pelas composições inventivas com sofisticada harmonia TONINHO HORTA leva na bagagem cerca de 30 discos gravados e já tocou e gravou com músicos renomados em mais de 40 países. É considerado hoje um dos maiores guitarristas de jazz do mundo, sendo muito aclamado e respeitado internacionalmente. Mais de 80 músicas foram feitas em sua homenagem por artistas em todo o mundo. Em novembro de 2017 foi homenageado na Berklee College of Music, uma das mais importantes escolas de música do mundo. Em 2019 lançou seu mais recente trabalho, um álbum duplo intitulado “Belo Horizonte” de Toninho Horta e Orquestra Fantasma, vencedor do Grammy Latino 2020 na categoria de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira. A banda que acompanha Toninho Horta há mais de 30 anos, a Orquestra Fantasma, é composta pelos músicos Yuri Popoff (baixo), Lena Horta (flauta), Neném (bateria) e André Dequech (piano/teclados). Tais músicos contribuíram na elaboração dos arranjos para as melodias e harmonias inusitadas, que são referências de estudo musical para músicos veteranos, mas principalmente para as novas e futuras gerações de artistas.
+ Detalhes
Jazz Remixed |  DJ Fred Lavorato - Jazz Brasileiro
20:00 às 23:00
Jazz Remixed | DJ Fred Lavorato - Jazz Brasileiro
Brasil Contemporâneo Jazz
Mineiro, Fred Lavorato faz um passeio através da música produzida desde o final do século passado, tomando o nascimento de Pixinguinha como o ponto de partida. Foi DJ residente da Utópica Marcenaria acompanhando o grupo de samba e choro Copo Lagoinha durante oito anos, todas as quintas-feiras. Participou do Savassi Festival 2009 – Palco TIM, abrindo o show das bandas Foco (RJ) , A Inevitável Experiência Acústica e o show mais esperado do palco: Juarez Maciel convida Bocatto.
+ Detalhes
Shows | Jazz Clube | Chico Amaral Quarteto
20:00 às 22:00
Shows | Jazz Clube | Chico Amaral Quarteto
Brasil Jazz
Chico Amaral ocupa um lugar especial no coração do Café com Letras e do Savassi Festival. Tudo começou com a sua noite de jazz às quartas-feiras no Café, que durou de 1996 a 1999, e que abriu o caminho para o surgimento do Savassi Festival. O Quarteto Chico Amaral é composto por Chico, no saxofone, Lincoln Cheib, na bateria, Magno Alexandre, na guitarra e Enéias Xavier, no baixo. Apresenta um repertório que privilegia a boa música brasileira, especialmente a mineira. Os standards jazzísticos também são contemplados, bem como composições autorais. Cada apresentação se revela única, já que o quarteto pratica a improvisação, na melhor tradição dos músicos de jazz.
+ Detalhes
Show | Jazz Clube |  Otto Hanriot
20:00 às 21:00
Show | Jazz Clube | Otto Hanriot
Brasil Jazz
Otto Hanriot é belorizontino, formado em composição musical pela Ithaca College School of Music. Em sua adolescência, descobriu uma gravação do maestro Astor Piazzolla e seu magnífico bandoneón. Esta foi a descoberta que o colocou nos caminhos do tango. Em 2010 ele recebeu o prêmio de composição Palmaz Vineyards, onde o vencedor do Grammy, o violinista Jeremy Cohen, e o quarteto de cordas da cidade de São Francisco interpretaram “Vino Antiguo”, composta por Hanriot. Como intérprete, Otto Hanriot explora as fronteiras do repertório para bandoneón solo, mostrando que as possibilidades do instrumento são múltiplas, transcendendo estilos musicais.
+ Detalhes
Noite Selo Umbilical | Lançamento de CD | Carolina Serdeira | Pra Ver o Sol
20:00 às 21:15
Noite Selo Umbilical | Lançamento de CD | Carolina Serdeira | Pra Ver o Sol
Brasil Jazz MPB
Carolina Serdeira é cantora, nascida em Juiz de Fora e radicada em Belo Horizonte. Lança no Savassi Festival 2021 o seu novo álbum: Para ver o Sol. Neste novo trabalho, que sai pelo selo Umbilical Records, Serdeira volta a gravar artistas como Juliana Stanzani, Kadu Mauad e Dudu Costa, além de nomes como Marina Gomes, Thiago Delegado e Marku Ribas. Acompanhada de um trio formado por bateria, baixo e guitarra como base de todo o álbum, a ênfase está no entrosamento da intérprete e sua banda. O pianista Fábio Torres empresta toda a sua leveza à faixa Pra ver o sol, que dá nome ao disco. Os sopros, tão marcantes nos trabalhos anteriores de Carolina, desta vez só aparecem em uma ocasião: Olhos da imensidão, com naipe de trombones arranjados e gravados por João Machala. Ajayô, canção em iorubá, conta com a marcante percussão de Marco Lobo. Vanessa Moreno completa o time de participações com a já conhecida Beco da Memória, lançada em 03/09.
+ Detalhes
Show | Jonathan Ferr
20:00 às 21:30
Show | Jonathan Ferr
Brasil
Considerado o “garoto-estandarte” do jazz carioca, Jonathan Ferr tem como objetivo transformar o Jazz em um gênero musical mais acessível, atraindo e encantando as novas gerações e popularizando esse tipo de música dentro de um contexto de periferia. O pianista de 32 anos, lançou seu primeiro álbum em 2018: Jonathan Ferr no Estúdio Showlivre. Em 2019, vem a lume “Trilogia do Amor”, álbum com composições com influência do funk e do hip-hop, formando o conhecido Jazz Urbano. Sem abrir mão de suas referências clássicas, essa junção de diferentes universos, vivências e aprendizados, fez com que o artista entrasse em contato com conceitos artísticos e ideológicos ligados à negritude e obras afrofuturistas, refletido no seu visual e sonoridade. Em 2021 lança o seu terceiro e aclamado álbum: Cura.
+ Detalhes
Show | Bina Coquet e Jimmy Duchowny Trio
20:00 às 21:30
Show | Bina Coquet e Jimmy Duchowny Trio
Jazz
O violonista e compositor Bina Coquet é um dos maiores representantes brasileiros do Jazz Manouche. Com vários discos lançados, vem se apresentando em importantes festivais e casas de jazz pelo mundo. Atualmente, com o projeto “Django 110”, celebra os 110 anos de Django Reinhardt. Em 2020, participou do Festival Django Northwest nos Estados Unidos. Bina Coquet foi convidado pelo baterista californiano Jimmy Duchowny, radicado no Brasil há 33 anos. Jimmy aproveita suas influências dos dois países e toca o que ele chama de MPA (Música Popular Americana). Com 45 anos de estudo de bateria, Jimmy já tocou com grandes músicos dos quatro cantos do mundo.
+ Detalhes
Domingo, 31 | Outubro
Brasil Jazz
Noite de encerramento do festival | Gypsy Jazz | Bina Coquet e Jimmy Duchowny Tri
20:00 às 21:15
Noite de encerramento do festival | Gypsy Jazz | Bina Coquet e Jimmy Duchowny Tri
Brasil Jazz
O violonista e compositor Bina Coquet é um dos maiores representantes brasileiros do Jazz Manouche. Com vários discos lançados, vem se apresentando em importantes festivais e casas de jazz pelo mundo. Atualmente, com o projeto “Django 110”, celebra os 110 anos de Django Reinhardt. Em 2020, participou do Festival Django Northwest nos Estados Unidos. Bina Coquet foi convidado pelo baterista californiano Jimmy Duchowny, radicado no Brasil há 33 anos. Jimmy aproveita suas influências dos dois países e toca o que ele chama de MPA (Música Popular Americana). Com 45 anos de estudo de bateria, Jimmy já tocou com grandes músicos dos quatro cantos do mundo.
+ Detalhes
Online
Programa de rádio | Clube do Jazz | Programa do Savassi Festival e da Rádio
22:00 às 23:00
Programa de rádio | Clube do Jazz | Programa do Savassi Festival e da Rádio
Brasil Jazz
Rádio Inconfidência, 100,9 Mhz Fez a produção musical do ambiente Jazz Club da Casa Cor 2005. DJ dos eventos Comida di Buteco (2001-2016) e Boteco Bohemia em 2004, 2005, 2006 e 2007. Curador do festival “Tudo É Jazz” 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010. Curador do Savassi Festival desde 2006. Escreve a coluna de Jazz do jornal Letras em Belo Horizonte. Coproduziu o show “Centenário Art Blakey” com Rafael Barata Sexteto. Série CJUB Jazz Nights no Clube Manouche (Rio de Janeiro). Apresentou e produziu na extinta Rádio Geraes de Belo Horizonte, de 1998 até 2006, o programa On The Jazz referência desta música em Belo Horizonte.
+ Detalhes
Selecione o ano:
Qui, 21/10
17:00 às 17:30
18:00 às 18:30
20:00 às 20:20
21:00 às 22:30
Noite de abertura do festival | Delicatessen

Noite de abertura do festival | Delicatessen

A banda, formada pela inglesa Rowena Jameson e os brasileiros Mano Gomes, Nico Bueno e Antônio Flores, no violão, é conhecida por sua suave mistura de jazz e bossa nova. O primeiro CD lançado, nomeado “Jazz+Bossa”, foi top de vendas na HMV de Tóquio. Já o CD Goodnight Kiss”, terceiro lançado pelo grupo, conta com participações especiais de grandes nomes da música brasileira, como João Donato e Roberto Menescal, e tem como convidado o pianista Luiz Mauro Filho. A banda Delicatessen também foi vencedora do “Prêmio da Música Brasileira” em 2009 e 2011, e ganhou nove troféus no “Prêmio Açorianos de Música” com seus 3 CDs lançados até o momento.
Sex, 22/10
17:00 às 17:30
18:00 às 18:30
19:00 às 19:50
20:00 às 20:20
20:00 às 20:50
21:00 às 21:50
Sáb, 23/10
17:00 às 17:30
18:00 às 18:30
19:00 às 19:50
20:00 às 20:20
20:00 às 20:50
21:00 às 21:50
Dom, 24/10
17:00 às 17:30
18:00 às 18:30
19:00 às 20:20
19:00 às 19:50
20:00 às 20:50
21:00 às 21:50
22:00 às 23:00
Seg, 25/10
15:00 às 17:00
Estúdios de Portas Abertas | Estúdio Usina |  Tema: Abrindo uma Mix do Jamba

Estúdios de Portas Abertas | Estúdio Usina | Tema: Abrindo uma Mix do Jamba

A cadeia produtiva da música engloba diversos setores e atividades, desde a fabricação de instrumentos musicais, escolas de música até a performance propriamente dita. Um elo fundamental desta cadeia produtiva são os estúdios de gravação. O festival convidou cinco estúdios da cidade para abrirem suas portas e receberem o público, especializado ou não, para conhecer suas atividades. Participarão os estúdios Usina, Ultra, Stereoutono, Sonastério e New Doors Vintage Keys. Serão abordados temas diversos, de acordo com a especialidade de cada local. Todas as visitas são gratuitas, mediante inscrição prévia.
17:00 às 17:30
18:00 às 18:30
19:00 às 20:30
19:00 às 21:00
Workshop Michael com Adriano Campagnani | Contrabaixo | Tema: O Baixista Completo

Workshop Michael com Adriano Campagnani | Contrabaixo | Tema: O Baixista Completo

| Workshops do Jazz | Workshop Michael com Adriano Campagnani | Contrabaixo | Tema: O Baixista Completo Nascido na capital mineira Belo Horizonte em 30/03/1976, Adriano cresceu em um ambiente musical, com pais e tios músicos amadores e profissionais. Desenvolveu sua musicalidade desde cedo, se interessando por instrumentos de cordas. Sua grande vontade de tocar bem, aliada a sua disciplina permitiram anos de muito estudo e prática diária, elevando o alto teor técnico de sua execução limpa e clara do instrumento. Crescendo no berço da música mineira, e seu nome já circulando no mercado musical, Adriano foi convidado a tocar com nomes do movimento Clube da Esquina. Artistas que ele acompanha em turnês pelo país até hoje, como Beto Guedes e Flavio Venturini. A versatilidade do contrabaixista fez com o que ele sempre estivesse na estrada ou em estúdio com artistas de vários gêneros: Pop, Rock, Jazz, Soul, Cubana, Africana, e principalmente brasileira. Podendo citar bandas como Kid Abelha, Jota Quest, cantores , compositores e intérpretes como Wilson Sideral, Titane, George Israel, Marku Ribas, Marina Machado, Celso Adolfo, músicos como Chico Amaral, Juarez Moreira, Esdras Nenem Ferreira, Beto Lopes - que juntamente com André Queiroz Limao e Adriano, fundaram o projeto Weather Report Tributo onde homenageiam o supergrupo do jazz fusion. Lançou três cds solos e autorais demonstrando além do vigor instrumentista, seu lado produtor e compositor. Atualmente, Adriano divide seu tempo entre trilhas, direção musical, arranjos, workshops e turnés pelo mundo.
20:00 às 20:20
Ter, 26/10
15:00 às 17:00
Estúdios de Portas Abertas | Stereoutono | Tema: Gravando Baterias: microfonação e mixagem

Estúdios de Portas Abertas | Stereoutono | Tema: Gravando Baterias: microfonação e mixagem

SERÃO 6 VAGAS A cadeia produtiva da música engloba diversos setores e atividades, desde a fabricação de instrumentos musicais, escolas de música até a performance propriamente dita. Um elo fundamental desta cadeia produtiva são os estúdios de gravação. O festival convidou cinco estúdios da cidade para abrirem suas portas e receberem o público, especializado ou não, para conhecer suas atividades. Participarão os estúdios Usina, Ultra, Stereoutono, Sonastério e New Doors Vintage Keys. Serão abordados temas diversos, de acordo com a especialidade de cada local. Todas as visitas são gratuitas, mediante inscrição prévia.
19:30 às 20:20
Lançamento de CD | Gustavo Fofão | True North

Lançamento de CD | Gustavo Fofão | True North

Gustavo Fofão é multi-instrumentista brasileiro, formado na Escola de Música da UFMG. Sua relação com a música iniciou em casa, com a família. Por influência do seu irmão dedicou-se ao violão. Conhecido pela sua sensibilidade e virtuosismo, tornou-se conhecido na comunidade musical pela sua atuação como instrutor do site Cifra Club. 2021 marca o seu amadurecimento como artista com o lançamento do seu EP True North. Seu estilo de tocar fingerstyle apresenta arranjos que expandem o potencial musical em novas camadas de dinâmicas e timbres do universo instrumental, um fruto do trabalho imersivo e sensível da parceria entre Fofão e o selo Sonastério.
20:00 às 21:15
Noite Selo BlackSun | Carla Sceno Trio

Noite Selo BlackSun | Carla Sceno Trio

Graduada em arquitetura pela UFV em sua cidade Viçosa, no interior de Minas Gerais, dedicou-se à música desde os 12 anos de idade sempre alternando entre compor, cantar e tocar, buscando novos caminhos para a sua música. Canções que falam do seu dia a dia, suas paixões e frustrações, preenchem o repertório desse novo show, em que a artista se entrega de corpo e alma ao público. Com claras referências da música negra norte americana e dos grandes compositores brasileiros, Carla transita entre o tradicional e o contemporâneo com autoridade e grande qualidade em suas interpretações. A cantora, compositora e multiinstrumentista Carla Sceno apresenta o seu novo show “Intimidade”, interpretando suas canções acompanhada do seu piano e seu violão, com muita maestria e poesia. O show de Sceno representa o selo de gravação BlackSun.
20:40 às 21:30
Show | Macondos

Show | Macondos

Macondos é formada por Marcelo Dai, Aloízio Horta, João Gabriel, Lucas De Moro, Daniel Guedes, Pedro Aristides, Pedro Mota e Vinicius Augustus e traz no repertório músicas inéditas e autorais, com ricas nuances e texturas musicais que perpassam do jazz à salsa, do afrobeat ao carimbó. A sonoridade da banda é instrumental, porém com pitadas e intervenções vocais. Busca traçar um caminho genuíno e inovador na música Mineira, abrindo espaço para experimentações e descobertas, sempre com respeito às nossas ancestralidades. Macondos apresenta-se na noite do selo Sonastério.
22:00 às 23:00
Qua, 27/10
15:00 às 17:00
Estúdios de Portas Abertas | Ultra Estúdio |  Tema: Estúdio e home estúdio: as diferenças e a importância de cada u

Estúdios de Portas Abertas | Ultra Estúdio | Tema: Estúdio e home estúdio: as diferenças e a importância de cada u

SERÃO 10 VAGAS A cadeia produtiva da música engloba diversos setores e atividades, desde a fabricação de instrumentos musicais, escolas de música até a performance propriamente dita. Um elo fundamental desta cadeia produtiva são os estúdios de gravação. O festival convidou cinco estúdios da cidade para abrirem suas portas e receberem o público, especializado ou não, para conhecer suas atividades. Participarão os estúdios Usina, Ultra, Stereoutono, Sonastério e New Doors Vintage Keys. Serão abordados temas diversos, de acordo com a especialidade de cada local. Todas as visitas são gratuitas, mediante inscrição prévia.
18:00 às 19:30
Quinteto Acerta o Passo

Quinteto Acerta o Passo

Da vontade em mergulhar mais profundamente nos ensinamentos ancestrais do choro, o renomado percussionista mineiro Tulio Araujo resolveu inventar mais uma das suas. Depois de criar um grupo que rompesse as fronteiras e convenções deste estilo musical legitimamente brasileiro, agora ele resolve criar um novo grupo para fazer o contrário, homenagear e reverenciar os arquitetos e arquitetas do choro. Nomes como Pixinguinha, Chiquinha Gonzaga, Tia Amélia, Altamiro Carrilho, Jacob do Bandolim, Villa Lobos e Cristóvão Bastos são algumas das referências do grupo.

Mas a ideia não para por aí. Como em tudo que Araújo cria, ele não reuniu um grupo de chorões tradicionais, mas sim uma trupe vinda do universo erudito para que, juntos, aprendam e reaprendam as nuances, cores e detalhes desta música. Com uma formação entre brasileiros, um americano e uma ucraniana, o quinteto traz um frescor na timbragem e revisita conceitos da música clássica, pouco explorados nas rodas de hoje em dia.

Formação:

  • Tulio Araujo: pandeiro
  • Masha Serebryakova: violino
  • Evan Megaro: piano
  • Yan Vasconcelos: baixo acústico
  • Alef Caetano: flauta
18:30 às 20:00
Música em Livro | Congresso Pensar Música | Lançamento do livro XXX | Bate-papo com Mauro Rodrigues (UFMG) e Cliff Korman (Uni-Rio)

Música em Livro | Congresso Pensar Música | Lançamento do livro XXX | Bate-papo com Mauro Rodrigues (UFMG) e Cliff Korman (Uni-Rio)

| Música em Livro | Congresso Pensar Música | Lançamento do livro XXX | Bate-papo com Mauro Rodrigues (UFMG) e Cliff Korman (Uni-Rio)
20:00 às 20:40
Palco UFMG | Trio Estação

Palco UFMG | Trio Estação

O Trio Estação é composto pelos músicos Edem (bateria), Guilherme Barros (contrabaixo) e Zé Carlos (violão). A banda foi selecionada no concurso palco UFMG, processo seletivo regido por edital da Escola de Música da UFMG e o do Savassi Festival Savassi. O Trio Estação traz novos arranjos de músicas brasileiras, composições próprias , mostrando sua identidade eclética.
20:15 às 21:30
Lançamento de Disco | Jennifer Souza | Pacífica Pedra Branca

Lançamento de Disco | Jennifer Souza | Pacífica Pedra Branca

Desde 2013, quando lançou o primeiro álbum solo, Jennifer Souza vem colecionando epifanias criativas, solidões e companhias irresistíveis. Entre turnês e vivências com bandas adoráveis como a atualmente em hiato Transmissor e a prolífica Moons, ela descortinou mais de si aos pouquinhos, composição por composição, letra por letra, na construção do que é Pacífica Pedra Branca, o segundo álbum da artista, que será lançado no Savassi Festival. Com morfologia sonora que se desloca da canção brasileira ao jazz do coração, do folk melancólico ao indie de instrumentação múltipla e insuspeitada, o novo disco da cantora, compositora e multi instrumentista revela uma geografia musical muito própria da artista, um dos nomes mais instigantes da cena musical contemporânea. Retornando aos palcos do Savassi Festival, que recebeu o show de estreia de “Impossível Breve” há oito anos, Jennifer apresenta pela primeira vez o show de “Pacífica Pedra Branca”. Vestida por estilos já conhecidos na sua música, a artista se reveza entre violões e guitarras acompanhada por um septeto de peso que conta com os músicos Marcus Abjaud (piano e teclado), Fred Selva (synths, eletrônica e harmônio), Thiago Corrêa (baixo e vocais), Felipe Continentino (bateria), João Machala (trombone), Breno Mendonça (sax tenor) e William Alves (trompete e flugelhorn). O show ainda contará com as participações especiais de Luka Milanovic (violino), Felipe José (violoncelo) e Leonardo Marques (guitarra).
21:10 às 21:50
Palco UFMG | Átimo Quinteto

Palco UFMG | Átimo Quinteto

Formado em 2021, o quinteto, composto por Danusa Rosa, Dudu Amendoeira, Evandro Canutto, Matheus Ramos e Thiago Hamsik, busca uma maneira etérea e sensível de interpretar e transmitir a música. Átimo que é também instante, simboliza o encontro transitório e repleto de possibilidades do som, e se faz oficina no agrupamento de todas essas combinações sinestésicas. No repertório, releituras do jazz brasileiro e composições autorais de Dudu Amendoeira. Criar experiências sonoras potentes, que nos conectam com a natureza física e subjetiva, aquela que nos reúne em coletivo, no aqui e agora, sendo lar, inspiração e energia vital para o solo fértil da música.
Qui, 28/10
10:00 às 12:00
14:00 às 15:00
Ensaio Aberto | Davi Fonseca quinteto

Ensaio Aberto | Davi Fonseca quinteto

Davi Fonseca é pianista, cantor, compositor e arranjador. Bacharel em Composição pela UFMG, tem forte atuação no cenário independente de Belo Horizonte, tocando ao lado de músicos renomados na cena nacional e internacional. Neste momento o músico está no processo de criação do seu segundo álbum, encomendado pelo selo Savassi Festival Records. Para este show, Davi apresentará o repertório deste próximo disco, além de músicas gravadas em seu primeiro trabalho, Piramba, também lançado pelo selo Savassi Festival Records. A banda é formada pelos músicos Yuri Vellasco (Bateria, Zabumba e Pandeiro), Paulim Sartori (Baixo e Bandolim), João Machala (Trombone), João Paulo Drumond (Vibrafone, Pandeiro e Berimbau) e Davi Fonseca (Piano e Voz).
15:00 às 17:00
15:00 às 17:00
Estúdios de Portas Abertas | New Doors Vintage Keys  Tema:O papel do estúdio: laboratório, indústria, ateliê

Estúdios de Portas Abertas | New Doors Vintage Keys Tema:O papel do estúdio: laboratório, indústria, ateliê

SERÃO 10 VAGAS A cadeia produtiva da música engloba diversos setores e atividades, desde a fabricação de instrumentos musicais, escolas de música até a performance propriamente dita. Um elo fundamental desta cadeia produtiva são os estúdios de gravação. O festival convidou cinco estúdios da cidade para abrirem suas portas e receberem o público, especializado ou não, para conhecer suas atividades. Participarão os estúdios Usina, Ultra, Stereoutono, Sonastério e New Doors Vintage Keys. Serão abordados temas diversos, de acordo com a especialidade de cada local. Todas as visitas são gratuitas, mediante inscrição prévia.
16:00 às 17:00
Ensaio Aberto | Duo Mitre

Ensaio Aberto | Duo Mitre

O Duo formado pelas irmãs Luísa Mitre e Natália Mitre é a celebração da parceria musical, da vida e dos palcos, construída ao longo dos anos entre as instrumentistas. Tocando juntas desde o início de suas carreiras musicais, ainda na infância, as irmãs construíram uma conexão musical intensa que se reflete em suas performances e criações. O Duo tem como propósito valorizar e difundir a música instrumental brasileira, dando destaque para a produção feminina. Seiva, o primeiro álbum do Duo é um lançamento do selo Savassi Festival Records e é composto por um repertório totalmente autoral, que passeia por diferentes caminhos da brasilidade. O disco tem participação de Anat Cohen, Carol Panesi, Joana Queiroz , Léa Freire e Kiko Mitre.
17:00 às 18:30
Workshop com Maurício Tizumba e Robertinho Silva | Tema: Percussão Brasileira

Workshop com Maurício Tizumba e Robertinho Silva | Tema: Percussão Brasileira

Maurício Tizumba é um instrumentista, cantor, compositor, ator e empreendedor cultural brasileiro nascido em Minas Gerais, com carreira artística estabelecida desde 1973. Um dos mais populares artistas de Minas Gerais, Tizumba também é um dos criadores da Companhia Burlantins, um grupo teatral de rua marcado pela musicalidade e em atividade desde 1996, e do Tambor Mineiro, grupo de percussão com influência do congado, ambos culturalmente expressivos. Já excursionou pelos Estados Unidos, Canadá e Europa, sendo um dos representantes de Minas Gerais no Ano do Brasil na França. Com o seu grupo de tambor mineiro participou do New Orleans Jazz Festival e em quatro edições do Landesmusikademie em Berlim. Detentor de extensa discografia, lançou o aclamado Terreiro Zen em 2021. É autor do livro De Camarões: veredas de Maurício Tizumba. Robertinho Silva é baterista e percussionista, considerado um dos definidores da linguagem brasileira para bateria. Ao lado de Wagner Tiso, fez parte do grupo Som Imaginário e participou de concertos nacionais e internacionais. Em 2009, lançou seu disco “Padedês de Sararás” e, atualmente, dedica-se à pesquisa de ritmos folclóricos e à sua carreira solo. É autor dos livros Se a Minha Bateria Falasse e Coração Mineiro.
18:30 às 20:00
Música em Livro | Bate papo com Maurício Tizumba e Robertinho Silva

Música em Livro | Bate papo com Maurício Tizumba e Robertinho Silva

Maurício Tizumba é um instrumentista, cantor, compositor, ator e empreendedor cultural brasileiro nascido em Minas Gerais, com carreira artística estabelecida desde 1973. Um dos mais populares artistas de Minas Gerais, Tizumba também é um dos criadores da Companhia Burlantins, um grupo teatral de rua marcado pela musicalidade e em atividade desde 1996, e do Tambor Mineiro, grupo de percussão com influência do congado, ambos culturalmente expressivos. Já excursionou pelos Estados Unidos, Canadá e Europa, sendo um dos representantes de Minas Gerais no Ano do Brasil na França. Com o seu grupo de tambor mineiro participou do New Orleans Jazz Festival e em quatro edições do Landesmusikademie em Berlim. Detentor de extensa discografia, lançou o aclamado Terreiro Zen em 2021. É autor do livro De Camarões: veredas de Maurício Tizumba. Robertinho Silva é baterista e percussionista, considerado um dos definidores da linguagem brasileira para bateria. Ao lado de Wagner Tiso, fez parte do grupo Som Imaginário e participou de concertos nacionais e internacionais. Em 2009, lançou seu disco “Padedês de Sararás” e, atualmente, dedica-se à pesquisa de ritmos folclóricos e à sua carreira solo. É autor dos livros Se a Minha Bateria Falasse e Coração Mineiro.
20:00 às 21:15
Nova Onda | Confeitaria

Nova Onda | Confeitaria

O duo de post-rock instrumental formado por, Gabriel Murilo e Lucas Mortimer têm dois álbuns lançados: Enero (2016) e Confins (2018). O Duo já circulou por mais de 30 cidades do Brasil e da América do Sul e se apresentou em importantes festivais. O álbum mais recente, “Confins”, apresenta sonoridade psicodélica, reflexo de experiências em limites e continuidades entre o campo e a cidade, a mente e as paixões, o corpo e a natureza. Atualmente o duo lança uma série de videoclipes das músicas do disco, cada qual gravado por diferentes diretoras.
20:00 às 21:00
20:00 às 21:15
Lançamento do CD: Antes do Fim | Gustavo Figueiredo Trio, participações especiais Marcelo Dai e Kadu Vianna

Lançamento do CD: Antes do Fim | Gustavo Figueiredo Trio, participações especiais Marcelo Dai e Kadu Vianna

Nascido em Belo Horizonte no ano de 1981, Gustavo Figueiredo começou suas primeiras aulas de música aos 12 anos de idade. Estudou teoria com Lúcio Martins, harmonia e improvisação com Enéias Xavier e Írio Júnior, participou da oficina de música de Itiberê Zwarg, estudou jazz com Matthew Warnock e recentemente com o pianista Israelense Shai Maestro. Ganhou o Prêmio BDMG Jovem instrumentista em 2005 e o 7o Prêmio BDMG Instrumental em 2007. Em 2014 lançou o seu primeiro álbum, Trio, no Savassi Festival. Em 2019 se apresentou em Portugal, no “Cascais Jazz Club”, em Cascais, e na Fábrica Braço de Prata”, em Lisboa. O álbum “Antes do fim” é composto por 6 músicas autorais e 2 arranjos das obras, “Lamento Sertanejo” (Dominguinhos e Gilberto Gil) e “Pássaro” (Djavan). Neste trabalho, o pianista mostra seu estilo, que mistura o jazz contemporâneo com música brasileira, além de diversas influências que carrega. A música que dá título ao álbum é um Jazz Rock, e o sentido do nome é: o que devemos fazer ou não podemos deixar de fazer antes do fim. Gustavo gravou piano e teclados, Adriano Campagnani, o baixo e Felipe Continentino, a bateria. Além do trio, o álbum traz dois convidados especiais em 4 faixas, Kadu Vianna e Marcelo Dai.
21:30 às 22:30
Música Nova | Davi Fonseca quinteto | Prèmiere do novo trabalho Viseira

Música Nova | Davi Fonseca quinteto | Prèmiere do novo trabalho Viseira

Davi Fonseca é pianista, cantor, compositor e arranjador. Bacharel em Composição pela UFMG, tem forte atuação no cenário independente de Belo Horizonte, tocando ao lado de músicos renomados na cena nacional e internacional. Neste momento o músico está no processo de criação do seu segundo álbum, encomendado pelo selo Savassi Festival Records. Para este show, Davi apresentará o repertório deste próximo disco, além de músicas gravadas em seu primeiro trabalho, Piramba, também lançado pelo selo Savassi Festival Records. A banda é formada pelos músicos Yuri Vellasco (Bateria, Zabumba e Pandeiro), Paulim Sartori (Baixo e Bandolim), João Machala (Trombone), João Paulo Drumond (Vibrafone, Pandeiro e Berimbau) e Davi Fonseca (Piano e Voz).
Sex, 29/10
10:00 às 12:00
14:00 às 15:00
Ensaio Aberto | Guinga

Ensaio Aberto | Guinga

Guinga é carioca da zona norte do Rio de Janeiro, onde nasceu em 1950. Começou a compor aos 16 anos e trabalhou profissionalmente como violonista, acompanhando grandes artistas e teve inúmeras de suas músicas gravadas por músicos brasileiros de grande renome. Suas composições são parcerias com Paulo César Pinheiro, Aldir Blanc, Chico Buarque, Nei Lopes, Sérgio Natureza, Nelson Motta, Simone Guimarães, Mauro Aguiar, Thiago Amud. Em 2021 lançou dois álbuns, o Japan Tour 2019, com os parceiros Mônica Salmaso, Teco Cardoso e Nailor Proveta; e o Zaboio.
15:00 às 17:00
15:00 às 17:00
Estúdios de Portas Abertas | Sonastério Tema: A Visão da Produtora: Arte e Business

Estúdios de Portas Abertas | Sonastério Tema: A Visão da Produtora: Arte e Business

SERÃO 15 VAGAS A cadeia produtiva da música engloba diversos setores e atividades, desde a fabricação de instrumentos musicais, escolas de música até a performance propriamente dita. Um elo fundamental desta cadeia produtiva são os estúdios de gravação. O festival convidou cinco estúdios da cidade para abrirem suas portas e receberem o público, especializado ou não, para conhecer suas atividades. Participarão os estúdios Usina, Ultra, Stereoutono, Sonastério e New Doors Vintage Keys. Serão abordados temas diversos, de acordo com a especialidade de cada local. Todas as visitas são gratuitas, mediante inscrição prévia.
16:00 às 17:00
Ensaio Aberto | Cesar Costa Quarteto

Ensaio Aberto | Cesar Costa Quarteto

CESAR COSTA QUARTETO Cesar Costa é formado em medicina e músico autodidata, escolheu a guitarra e o violão como instrumento aos 10 anos de idade. Integrou o grupo Stationjazz, nos anos 90, e se apresentava no Bar JANIS. Em 1996, participou como guitarrista convidado do disco Tudo Azul do pianista Márcio Hallack, com quem fez também algumas apresentações em Belo Horizonte. Seu disco de estreia, Ponto de Não Retorno, foi gravado em 2013/2014. Este trabalho autoral e instrumental foi lançado em 2015, no teatro de bolso do SESC, em Belo Horizonte. Atualmente dedica-se à composição do seu novo álbum, a ser lançado brevemente.
17:00 às 18:15
Palco UFMG | MTL 21

Palco UFMG | MTL 21

O MTL 21 é um grupo formado na UFMG pelos jovens músicos: Matheuzin Ramos (bateria), Thiago Hamsik (baixo) e Lucas de Moro (teclado). O grupo destaca-se por entrelaçar elementos do jazz à música brasileira e internacional, através de improvisos criativos e musicais. O trio ainda conta com um repertório popular, que promete diversão para o público.
18:00 às 21:00
Jazz Remixed | SaFa DJ discotecam com o acervo de vinis da Acústica CDs

Jazz Remixed | SaFa DJ discotecam com o acervo de vinis da Acústica CDs

O projeto SaFa reúne os DJs Sandrinha e Fausto, dividindo os toca-discos em sets inspirados na música negra. O repertório da dupla reúne soul, new soul, r&b, hip hop, disco, música brasileira e releituras. Mesmo juntos, cada DJ tem suas preferências e particularidades na hora de virar os discos! São várias referências e misturas sem muitos rótulos ou estilos definidos
18:30 às 20:00
Música em Livro | Bate papo com Cléber Alves e Chico Amaral

Música em Livro | Bate papo com Cléber Alves e Chico Amaral

Chico Amaral ocupa um lugar especial no coração do Café com Letras e do Savassi Festival. Tudo começou com a sua noite de jazz às quartas-feiras no Café, que durou de 1996 a 1999, e que abriu o caminho para o surgimento do Savassi Festival. Este ano, além do show com seu quarteto, o artista será protagonista junto com Cléber alves do bate papo: música em livro.
19:00 às 22:00
Jazz Remixed |  DJ Sandri - Flertando com o Jazz

Jazz Remixed | DJ Sandri - Flertando com o Jazz

Sandra Leão , formada em Licenciatura em música pela UFMG,é pandeirista, professora, dj e curadora musical. Faz parte do Coletivo Lugar de Mulher em que realiza entrevistas com com musicistas diversas. É integrante do grupo Choro do Jura, do trio de djs Radiola Sista e apresenta o Programa Quae Persona, , também de entrevistas, da distribuidora digital de música Quae.
19:00 às 22:00
Jazz Remixed | DJ Andreia Around - Intercontinental Jazz

Jazz Remixed | DJ Andreia Around - Intercontinental Jazz

A pesquisadora musical e dj Andreia Around reúne em suas seletivas sonoras a diversidade da música mundial, e nos convida para um passeio pelo jazz além das fronteiras. As influências culturais são uma constante nos seus sets, que vão do tradicional ao experimental, da orquestra clássica ao vocal improvisado. O projeto Intercontinental Jazz foi criado para as comemorações do Dia Internacional do Jazz, promovido pelo Herbie Hancock Institute of Jazz e será o ponto de encontro de jazzistas do mundo todo em um set especialmente e carinhosamente preparado para o Savassi Festival. Conheça mais: Instagram: @andreiaaround https://www.mixcloud.com/andreiaaround/
20:00 às 23:00
Jazz Remixed | Palomita DJ - Benvinda Music Lab - versão Jazz e suas vertentes

Jazz Remixed | Palomita DJ - Benvinda Music Lab - versão Jazz e suas vertentes

Eclética, a mineira abusa de ritmos e misturas, privilegiando sempre o clima do lugar e do público para quem toca. No Café com Letras, ela apresenta sets de música brasileira da cena independente que intitulou de música para dançar sentado. O trabalho como DJ foge do usual e ganha personalidade com as performances da artista. Nos últimos anos tornou-se referência na cena mineira e está a frente da maioria dos grandes eventos de BH, tanto apresentando os shows na condição de mestre de cerimônias, quanto discotecando (Sim! ela realiza os dois trabalhos ao mesmo tempo).
20:00 às 20:50
Noite Selo Grão Discos | Semreceita | Participações especiais Tamara Franklin e Luiza Brina

Noite Selo Grão Discos | Semreceita | Participações especiais Tamara Franklin e Luiza Brina

O contínuo interesse de misturas musicais inusitadas, fundamentadas no rico universo da cultura popular brasileira levou o Semreceita a lançar seu primeiro disco, em 2017. Agora prepara seu novo lançamento, que acontece pelo selo Grão Discos. Atuantes na cena instrumental mineira desde 2012, o Semreceita traz a essa nova fase ainda mais diversidade ao aliar a canção à música instrumental. Para esse show, o grupo convida Tamara Franklin e Luiza Brina, duas cantoras e compositoras expoentes da música mineira recente e de vertentes totalmente distintas entre si, para uma apresentação única em que a voz se junta à música instrumental.
20:00 às 21:15
Shows |  Gil Costa Quarteto convida Josué Lopez (SP)

Shows | Gil Costa Quarteto convida Josué Lopez (SP)

GIL COSTA Quarteto convida Josué Lopez Ganhador da XV Edição do Prêmio BDMG de Música Instrumental, um dos maiores do país. Gil Costa é um saxofonista que vem atuando com grandes nomes da música instrumental mineira e brasileira. Tocou com o pianista paulista Fábio Torres, vencedor de Grammy Awards em 2014, com o guitarrista, baixista e compositor Fábio Gouvea, com a cantora Leila Pinheiro, Esdras (Neném) Ferreira, Enéias Xavier e outros. Com seu primeiro disco: Ticonino. Tem tocado em alguns dos festivais de jazz mais tradicionais do Brasil, como: Savassi Festival, Ipatinga Live Jazz e no palco consagrado do Sesc Instrumental. Gil Costa faz parte da nova geração do jazz mineiro e sua proposta é levar o som de minas para o mundo. JOSUÉ LOPEZ Nascido no Rio de Janeiro, o saxofonista arranjador e compositor Josué Lopez tem 2 álbuns solo lançados pela Sony Music: Evolução e Amor Incomparável, já tocou e gravou com grandes artistas da MPB como: Djavan, Ivan Lins, Rosa Passos, Alcione. Na música instrumental apresentou-se ao lado de Arthur Maia, Hamilton de Holanda, Chico Pinheiro e muitos outros.
20:00 às 23:00
Jazz Remixed | DJFernando Fonseca

Jazz Remixed | DJFernando Fonseca

O DJ Fernando Fonseca atua na cidade há 25 anos, apresentando-se nas principais casas de Belo Horizonte. É DJ residente no Paco Pigalle e abriu shows para Marcelo D2, Raphael, Tom Zé entre outros. Foi crítico musical do jornal Hoje em Dia. Atualmente, além de DJ, trabalha como programador musical na Rádio Inconfidência. Seu set inclui música brasileira de todas as vertentes, nu jazz, soul, hip-hop, latinidades e World Music.
20:15 às 21:00
Show | Cesar Costa Quarteto

Show | Cesar Costa Quarteto

Cesar Costa é formado em medicina e músico autodidata, escolheu a guitarra e o violão como instrumento aos 10 anos de idade. Integrou o grupo Stationjazz, nos anos 90, e se apresentava no Bar JANIS. Em 1996, participou como guitarrista convidado do disco Tudo Azul do pianista Márcio Hallack, com quem fez também algumas apresentações em Belo Horizonte. Seu disco de estreia, Ponto de Não Retorno, foi gravado em 2013/2014. Este trabalho autoral e instrumental foi lançado em 2015, no teatro de bolso do SESC, em Belo Horizonte. Atualmente dedica-se à composição do seu novo álbum, a ser lançado brevemente.
21:20 às 22:10
Noite Selo Grão Discos | Nova Onda | Gabriel Bruce | Participações especiais Matéria Prima e Frederico Heliodoro

Noite Selo Grão Discos | Nova Onda | Gabriel Bruce | Participações especiais Matéria Prima e Frederico Heliodoro

Gabriel Bruce é baterista nascido em Belo Horizonte, vencedor do prêmio BDMG Jovem Instrumentista, em 2013. Recentemente lançou seu primeiro disco solo com as suas composições, Afluir, com produção de Frederico Heliodoro. Em 2020 também passou a ser professor convidado do projeto “Escola Itinerante de Belo Horizonte”, que tem o objetivo de contribuir para a formação técnica e artística de novas bandas. Recentemente lançou o novo single O Que Vi no Seu Olhar que conta com a participação especial do compositor, cantor e baterista paulistano Curumin, pelo selo Grão Discos. Esse single também foi lançado no Japão pela gravadora Mocloud. O seu show é parte da noite Selo Grão Discos e contará com as participações especiais de Frederico Heliodoro no contrabaixo e Matéria Prima nos vocais.
21:30 às 22:30
Médicos na Música | Guinga convida Nailor Proveta

Médicos na Música | Guinga convida Nailor Proveta

Guinga é carioca da zona norte do Rio de Janeiro, onde nasceu em 1950. Começou a compor aos 16 anos e trabalhou profissionalmente como violonista, acompanhando grandes artistas e teve inúmeras de suas músicas gravadas por músicos brasileiros de grande renome. Suas composições são parcerias com Paulo César Pinheiro, Aldir Blanc, Chico Buarque, Nei Lopes, Sérgio Natureza, Nelson Motta, Simone Guimarães, Mauro Aguiar, Thiago Amud. Em 2021 lançou dois álbuns, o Japan Tour 2019, com os parceiros Mônica Salmaso, Teco Cardoso e Nailor Proveta; e o Zaboio. Com mais de 30 anos de carreira, o clarinetista e saxofonista Nailor Proveta é figura de destaque no cenário da música instrumental brasileira. Integrante e fundador da Banda Mantiqueira, compositor e arranjador, além de instrumentista, esteve envolvido em muitos dos melhores e mais relevantes projetos musicais das últimas décadas. Proveta, tocou em bailes e grupos musicais da região de Leme (SP). Mudou-se para São Paulo e, aos dezesseis anos de idade, já integrava a orquestra do Maestro Sylvio Mazzucca, famosa em todo o Brasil. Atua intensamente nos estúdios de gravação como instrumentista e arranjador, tendo participado de centenas de gravações dos mais importantes artistas brasileiros.
Sáb, 30/10
11:00 às 13:00
Música em Livro | Bate-papo com Paulo Vilara

Música em Livro | Bate-papo com Paulo Vilara

Livro Jazz! Interpretações – Pequenas Histórias de Fúria, Dor e Alegria
11:00 às 13:00
Música em Livro | Talk Show e Lançamento de livro com Enéias Xavier |

Música em Livro | Talk Show e Lançamento de livro com Enéias Xavier |

O baixista, pianista, guitarrista, compositor, arranjador e produtor Enéias Xavier já dividiu o palco e gravou com grandes nomes da música nacional e internacional em seus quase 30 anos como profissional. Entre eles: Milton Nascimento, Chris Potter, Beto Guedes, Flávio Venturini, Toninho Horta, Nelson ngelo, Vander Lee, Maria Schneider, Nenê, Chico Amaral, Márcio Montarroyos, Hélio Delmiro, Robertinho Silva e Juarez Moreira. Enéias Xavier foi vencedor do III Prêmio BDMG-Instrumental e do Prêmio Marco Antônio Araújo com o CD “Jamba”, seu primeiro álbum. Seu segundo disco, “O Peregrino”, tem a participação de Dean Brown, Toninho Horta e Rudi Berger. Seu álbum mais recente, “Novo Tempo”, tem como convidados especiais Nivaldo Ornelas, Toninho Horta e Vana Gierig. Enéias Xavier lecionou como professor convidado nos CEM – Curso de Extensão da UFMG. É o diretor musical de Vander Lee produzindo e arranjando seus mais recentes trabalhos (Vander Lee 09 e DVD 20 anos) É fundador e presidente da MG Big Band. Eneias Xavier há 14 anos é um dos mestres da Bituca – Universidade de musica Popular em Barbacena-MG onde leciona aulas de contrabaixo e prática de baixo e bateria.
11:00 às 13:00
Música em Livro | Talk show com Túlio Mourão |

Música em Livro | Talk show com Túlio Mourão |

Talk show com Túlio Mourão | | Livro Alma de Músico
11:00 às 13:00
12:00 às 13:30
Escuta Comentada | Juarez Moreira comenta o seu disco inédito Dedicatória, a ser lançado pelo Savassi Festival Records

Escuta Comentada | Juarez Moreira comenta o seu disco inédito Dedicatória, a ser lançado pelo Savassi Festival Records

Quem não conhece o querido Joá? Reconhecido como um dos maiores violonistas do Brasil, aclamado pela crítica brasileira e no exterior, além de feras como Milton Nascimento, Toninho Horta e Paquito D’rivera, o artista mineiro cresceu ouvindo jazz, bossa nova e a música brasileira dos anos 1950. Nesta extensa trajetória na música instrumental, apresentou-se ao lado de grandes nomes da música brasileira como Egberto Gismonti, Ivan Lins, Milton Nascimento, Yamandu Costa, Toninho Horta, Maria Bethânia, Gal Costa, entre outros. É dono também de extensa discografia como líder e compositor. Em breve lançará um novo álbum pelo Savassi Festival Records, o Dedicatória.
19:00 às 22:00
Jazz Remixed | DJ Pieux-de-Poule - Clube de Jazz

Jazz Remixed | DJ Pieux-de-Poule - Clube de Jazz

Uiara Azevedo é produtora e pesquisadora em artes visuais, é responsável pelas playlists dos livros da Editora yné e também conhecida como DJ Pieux-de-Poule. Seus sets são carregados de vozes femininas, baladinhas, jazz, pop e músicas para curtir um drink e flertar marotamente
19:00 às 22:00
Jazz Remixed | DJ Aida Lage - Beats, grooves e Jazz afro-americanos

Jazz Remixed | DJ Aida Lage - Beats, grooves e Jazz afro-americanos

Produtora cultural e DJ, atua em eventos e festivais como Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes, Tudo é Jazz, Fartura BH e Fartura Kids, Harmonize, Carnaval Belotur, Virada Cultural BH, Savassi Festival, Noite Aberta Inhotim, Natura Musical, Palco Ultra, Festival Sarará, Minas é o Mundo, Cine Growler, entre outros. Amante do rock, soul, jazz e pop, transita por estilos diversos em seu repertório, levando ao público a boa música de todos os tempos.
20:00 às 22:00
20:00 às 20:15
Prêmio Jazz de Minas | Artista Homenageado | Toninho Horta

Prêmio Jazz de Minas | Artista Homenageado | Toninho Horta

* Apenas portadores do ingresso do show de Jonathan Ferr terão acesso à entrega do prêmio Jazz de Minas. Vindo de família de músicos – seu avô, o maestro João Horta foi destaque entre os compositores de música sacra e popular no período barroco mineiro – Toninho teve as primeiras aulas de violão com sua mãe Geralda, que era bandolinista, e seu irmão Paulo contrabaixista. Na adolescência compôs suas primeiras canções, acompanhando cantoras na TV Itacolomy e se destacava entre os jovens músicos de sua geração. Morando no Rio de Janeiro a partir dos anos 70, TONINHO HORTA se tornou bastante conhecido nas rodas do meio artístico, sendo admirado por todos pela sua performance bem pessoal, quando tocava a guitarra ou o violão e pelas composições inventivas com sofisticada harmonia TONINHO HORTA leva na bagagem cerca de 30 discos gravados e já tocou e gravou com músicos renomados em mais de 40 países. É considerado hoje um dos maiores guitarristas de jazz do mundo, sendo muito aclamado e respeitado internacionalmente. Mais de 80 músicas foram feitas em sua homenagem por artistas em todo o mundo. Em novembro de 2017 foi homenageado na Berklee College of Music, uma das mais importantes escolas de música do mundo. Em 2019 lançou seu mais recente trabalho, um álbum duplo intitulado “Belo Horizonte” de Toninho Horta e Orquestra Fantasma, vencedor do Grammy Latino 2020 na categoria de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira. A banda que acompanha Toninho Horta há mais de 30 anos, a Orquestra Fantasma, é composta pelos músicos Yuri Popoff (baixo), Lena Horta (flauta), Neném (bateria) e André Dequech (piano/teclados). Tais músicos contribuíram na elaboração dos arranjos para as melodias e harmonias inusitadas, que são referências de estudo musical para músicos veteranos, mas principalmente para as novas e futuras gerações de artistas.
20:00 às 23:00
Jazz Remixed |  DJ Fred Lavorato - Jazz Brasileiro

Jazz Remixed | DJ Fred Lavorato - Jazz Brasileiro

Mineiro, Fred Lavorato faz um passeio através da música produzida desde o final do século passado, tomando o nascimento de Pixinguinha como o ponto de partida. Foi DJ residente da Utópica Marcenaria acompanhando o grupo de samba e choro Copo Lagoinha durante oito anos, todas as quintas-feiras. Participou do Savassi Festival 2009 – Palco TIM, abrindo o show das bandas Foco (RJ) , A Inevitável Experiência Acústica e o show mais esperado do palco: Juarez Maciel convida Bocatto.
20:00 às 22:00
Shows | Jazz Clube | Chico Amaral Quarteto

Shows | Jazz Clube | Chico Amaral Quarteto

Chico Amaral ocupa um lugar especial no coração do Café com Letras e do Savassi Festival. Tudo começou com a sua noite de jazz às quartas-feiras no Café, que durou de 1996 a 1999, e que abriu o caminho para o surgimento do Savassi Festival. O Quarteto Chico Amaral é composto por Chico, no saxofone, Lincoln Cheib, na bateria, Magno Alexandre, na guitarra e Enéias Xavier, no baixo. Apresenta um repertório que privilegia a boa música brasileira, especialmente a mineira. Os standards jazzísticos também são contemplados, bem como composições autorais. Cada apresentação se revela única, já que o quarteto pratica a improvisação, na melhor tradição dos músicos de jazz.
20:00 às 21:00
Show | Jazz Clube |  Otto Hanriot

Show | Jazz Clube | Otto Hanriot

Otto Hanriot é belorizontino, formado em composição musical pela Ithaca College School of Music. Em sua adolescência, descobriu uma gravação do maestro Astor Piazzolla e seu magnífico bandoneón. Esta foi a descoberta que o colocou nos caminhos do tango. Em 2010 ele recebeu o prêmio de composição Palmaz Vineyards, onde o vencedor do Grammy, o violinista Jeremy Cohen, e o quarteto de cordas da cidade de São Francisco interpretaram “Vino Antiguo”, composta por Hanriot. Como intérprete, Otto Hanriot explora as fronteiras do repertório para bandoneón solo, mostrando que as possibilidades do instrumento são múltiplas, transcendendo estilos musicais.
20:00 às 21:15
Noite Selo Umbilical | Lançamento de CD | Carolina Serdeira | Pra Ver o Sol

Noite Selo Umbilical | Lançamento de CD | Carolina Serdeira | Pra Ver o Sol

Carolina Serdeira é cantora, nascida em Juiz de Fora e radicada em Belo Horizonte. Lança no Savassi Festival 2021 o seu novo álbum: Para ver o Sol. Neste novo trabalho, que sai pelo selo Umbilical Records, Serdeira volta a gravar artistas como Juliana Stanzani, Kadu Mauad e Dudu Costa, além de nomes como Marina Gomes, Thiago Delegado e Marku Ribas. Acompanhada de um trio formado por bateria, baixo e guitarra como base de todo o álbum, a ênfase está no entrosamento da intérprete e sua banda. O pianista Fábio Torres empresta toda a sua leveza à faixa Pra ver o sol, que dá nome ao disco. Os sopros, tão marcantes nos trabalhos anteriores de Carolina, desta vez só aparecem em uma ocasião: Olhos da imensidão, com naipe de trombones arranjados e gravados por João Machala. Ajayô, canção em iorubá, conta com a marcante percussão de Marco Lobo. Vanessa Moreno completa o time de participações com a já conhecida Beco da Memória, lançada em 03/09.
20:00 às 21:30
Show | Jonathan Ferr

Show | Jonathan Ferr

Considerado o “garoto-estandarte” do jazz carioca, Jonathan Ferr tem como objetivo transformar o Jazz em um gênero musical mais acessível, atraindo e encantando as novas gerações e popularizando esse tipo de música dentro de um contexto de periferia. O pianista de 32 anos, lançou seu primeiro álbum em 2018: Jonathan Ferr no Estúdio Showlivre. Em 2019, vem a lume “Trilogia do Amor”, álbum com composições com influência do funk e do hip-hop, formando o conhecido Jazz Urbano. Sem abrir mão de suas referências clássicas, essa junção de diferentes universos, vivências e aprendizados, fez com que o artista entrasse em contato com conceitos artísticos e ideológicos ligados à negritude e obras afrofuturistas, refletido no seu visual e sonoridade. Em 2021 lança o seu terceiro e aclamado álbum: Cura.
20:00 às 21:30
Show | Bina Coquet e Jimmy Duchowny Trio

Show | Bina Coquet e Jimmy Duchowny Trio

O violonista e compositor Bina Coquet é um dos maiores representantes brasileiros do Jazz Manouche. Com vários discos lançados, vem se apresentando em importantes festivais e casas de jazz pelo mundo. Atualmente, com o projeto “Django 110”, celebra os 110 anos de Django Reinhardt. Em 2020, participou do Festival Django Northwest nos Estados Unidos. Bina Coquet foi convidado pelo baterista californiano Jimmy Duchowny, radicado no Brasil há 33 anos. Jimmy aproveita suas influências dos dois países e toca o que ele chama de MPA (Música Popular Americana). Com 45 anos de estudo de bateria, Jimmy já tocou com grandes músicos dos quatro cantos do mundo.
Dom, 31/10
20:00 às 21:15
Noite de encerramento do festival | Gypsy Jazz | Bina Coquet e Jimmy Duchowny Tri

Noite de encerramento do festival | Gypsy Jazz | Bina Coquet e Jimmy Duchowny Tri

O violonista e compositor Bina Coquet é um dos maiores representantes brasileiros do Jazz Manouche. Com vários discos lançados, vem se apresentando em importantes festivais e casas de jazz pelo mundo. Atualmente, com o projeto “Django 110”, celebra os 110 anos de Django Reinhardt. Em 2020, participou do Festival Django Northwest nos Estados Unidos. Bina Coquet foi convidado pelo baterista californiano Jimmy Duchowny, radicado no Brasil há 33 anos. Jimmy aproveita suas influências dos dois países e toca o que ele chama de MPA (Música Popular Americana). Com 45 anos de estudo de bateria, Jimmy já tocou com grandes músicos dos quatro cantos do mundo.
22:00 às 23:00